RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 1129 registros para a palavra: Lula

Lula diz que quem vier depois dele tem obrigação de “fazer mais”

Reunido com 13 presidentes de países da África Ocidental, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ontem que quem vier depois dele terá obrigação de “fazer mais” pela relação com o continente e que a aproximação não é “benevolência” do Brasil. O discurso do presidente brasileiro, que participa na manhã de hoje da cúpula Brasil-Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), soou como música aos ouvidos dos chefes de Estado africanos. “Independentemente do Lula ser presidente do Brasil, quem vier depois de mim está moralmente, politicamente e eticamente comprometido a fazer muito mais”, discursou, falando de improviso. Lula foi aplaudido ao dizer que não há como o Brasil “pagar ou mensurar em dinheiro a dívida” do país com a África. “Nós somos devedores do nosso jeito de ser, somos devedores da nossa cultura, da nossa arte, da nossa cor, da miscigenação do povo brasileiro”. ..

Lula é o primeiro agraciado pela Ordem 2 de Julho – Libertadores da Bahia

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o primeiro agraciado pela Ordem 2 de Julho – Libertadores da Bahia. A nomeação está no decreto assinado pelo governador Jaques Wagner e publicado na edição desta sexta-feira (2) do Diário Oficial do Estado. Lula foi nomeado no Grau de Grão-Cruz da Ordem 2 de Julho – Libertadores da Bahia, que tem por objetivo agraciar cidadãos que se destacarem na garantia das liberdades públicas e na afirmação da soberania nacional. A Ordem foi instituída pela Lei 11.902, de 20 de abril de 2010, e regulamentada pelo Decreto 12.226, de 1º de julho de 2010, que também está publicado na edição desta sexta-feira do Diário Oficial. ..

Lula diz que não é candidato a cargo na ONU depois que deixar Presidência

Um dia antes de embarcar para uma viagem a seis países da África, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou que a visita ao continente represente qualquer pretensão de ocupar um cargo em organismo internacional, como o Banco Mundial, ou de secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), quando deixar a Presidência da República.

Segundo Lula, a viagem ocorre em um contexto de cooperação, a exemplo do que já ocorre entre Brasil e África em áreas como energia, agricultura e combate à aids. As afirmações foram feitas hoje (1), em entrevista à TV Brasil Internacional.

“Vi a matéria dizendo que tenho pretensões de ir para a ONU ou o Banco Mundial. É uma cretinice isso. A ONU não pode ter como secretário-geral uma figura forte, tem que ser um burocrata. Em relação ao Banco Mundial, eu não tenho cara de banqueiro”, disse ao referir-se à reportagens publicadas pela imprensa.

Lula falou ainda sobre o potencial de cooperação do Brasil com o Continente Africano na produção de energia limpa, como os biocombustíveis. O presidente contou que, em conversas com dirigentes de países europeus, tem abordado a possibilidade de estimular a produção de biocombustíveis na África e, assim, contribuir para o desenvolvimento econômico do continente. Na avaliação de Lula, o Brasil tem uma dívida histórica com a África que, como não pode ser paga em dinheiro, deve ser paga em solidariedade.

A viagem à África será encerrada no dia 11 de julho, em Joanesburgo, com a ida de Lula ao jogo final da Copa do Mundo. Lá, Lula receberá do presidente da África do Sul, Jacob Zuma, um bastão tradicionalmente entregue ao mandatário do país que irá sediar a próxima Copa, o que ocorrerá com o Brasil em 2014.

A entrevista do presidente Lula será exibida na TV Brasil Internacional a partir de sábado (3), quando o presidente participa, em Cabo Verde, do primeiro compromisso em território africano. Os países seguintes a serem visitados por ele são: Guiné Equatorial, Quênia, Tanzânia, Zâmbia e África do Sul.

Inaugurada em maio, a TV Brasil Internacional transmite programação para 49 dos 53 países da África. ..

"De onde ele é?"

O presidente Lula "questionou" aos jornalistas nesta quarta feira(30), quem era índio da Costa, ao ser informado que o mesmo seria candidato a vice da chapa de Serra. Saindo de uma conferência em Brasília, o presidente ouviu de um jornalista: "Presidente, o que o sr. achou da indicação do vice do Serra?". "Nem sei quem é", e em seguida perguntou ao próprio jornalista: "Quem é?". Depois de informado que era um deputado do Rio de Janeiro, Lula saiu e não fez nenhum comentário. ..

Eduardo da Fonte pede ao Pres. Lula que BNB socorra economia dos municípios atingidos pelas chuvas

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP/PE) encaminhou nesta terça-feira (22) ao Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao Ministro das Cidades, Márcio Fortes e ao Presidente da Conab, Alexandre Magno, pedido de urgência na ajuda aos municípios atingidos pelas chuvas em Pernambuco.

Eduardo da Fonte pediu ao Presidente da República que disponibilizasse alimentos, kits dormitórios, medicação e agentes de saúde para atendimento aos desabrigados.

Além disso, o parlamentar solicitou a abertura de uma linha de crédito no Banco do Nordeste para os comerciantes e produtores das regiões atingidas restabelecerem dignamente a economia nos municípios...

Lula aposta na eleição de 18 senadores no Nordeste

Depois de eleger o Senado como segunda prioridade da eleição, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu apostar que pode eleger os dois senadores para as duas vagas em jogo em cada um dos nove Estados do Nordeste, região onde é maior a sua popularidade. Para essa empreitada, além do comitê formal de campanha do PT, Lula conta com a ajuda do ministro Alexandre Padilha (Assuntos Institucionais) Paulista, 38 anos, médico formado pela Unicamp, Padilha fez carreira relâmpago na burocracia palaciana e hoje é um dos poucos ministros de Lula a transitar entre o Palácio do Planalto e o comitê eleitoral deDilma.

Depois da eleição de Dilma para presidente, a prioridade de Lula sempre foi equilibrar a balança de poder no Senado, onde enfrentou as principais dificuldades de seu governo. O exemplo mais bem acabado do poder da oposição no Senado foi a extinção do imposto do cheque, a CPMF, no final de 2007, que desfalcou o caixa do tesouro em mais de R$40 bilhões, estimados para o exercício de 2008. Para senadores da oposição como Heráclito Fortes (DEM-PI), a derrubada da CPMF também acabou com o projeto de terceiro mandato acalentado publicamente, à época, por setores do PT.

Primeiro o presidente teve de convencer o PT a abrir mão de candidaturas aos governos estaduais em favor de aliados, especialmente do PMDB, mais bem posicionados nas pesquisas. Depois, montar ospalanques com o PT e aliados de modo eleger a maioria da base governista no Senado. No que se refere ao Nordeste, o objetivo de Lula é eleger 18 senadores de partidos aliados. E, de quebra, derrotar osa dversários que mais criaram dificuldades para o governo do PT como Heráclito Fortes, José Agripino Maia (DEM-RN). Na galeria de inimigos que Lula pretende derrotar está também o senador cearense Tasso Jereissati (PSDB)...

LULA NÃO VIRÁ À CONVENÇÃO DO PT NA BAHIA

O presidente Lula não participará da convenção do PT na Bahia,q eu acontece no próximo domingo (27) em Salvador para indicar Jaques Wagner como candidato da coligação para o Governo do Estado nas eleições este ano. A informação foi confirmada pelo presidente regional do partido, Jonas Paulo, qwue disse que o mandatário nacional sequer foi convidado para comparecer à cerimônia na capital baiana. “Nunca, em 30 anos de PT, nos preocupamos com convenções. É só uma formalidade para indicar nomes”, disse. A declarações erve para, ao menos nesta altura dos acontecimentos, arrefecer possibilidades sobre ausência obrigatória de Lula nos palanques em que PT e PMDB são “inimigos” nas eleições estaduais. A ex-ministra e candidata à presidência, Dilma Rousseff, por outro lado, está confirmada no evento. Após os referendos, a coisa deve mudar de figura e as negociações recomeçam do zero. As informações são do site Último Segundo. ..

MARINA DIZ QUE QUEBROU ESTRATÉGIA DE LULA

A candidata do PV à presidência da República em 2010, Marina Silva, disse que quebrou a pretensão plebiscitária das eleições deste ano ao se inserir no meio da aparente central questão da disputa ente a petista Dilma Rousseff e o tucano José Serra. Segundo ela, não há mais uma concentração entre dois candidatos,o que possibilita que não haja uma briga entre duas representações políticas no pleito, ao menos até agora. “Não tenho dúvidas de que a sociedade brasileira, até mesmo com essas pesquisas, já sinalizou que está revogando o plebiscito”, disse. Marina soltou a declaração em evento em BWLO Horizonte. ..

Lula cancela viagem para monitorar ajuda ao NE

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cancelou a viagem que faria hoje à tarde para Toronto, no Canadá, onde participaria da reunião do G-20 (grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo). A informação foi dada pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, que despachou nesta manhã com o presidente, no Palácio da Alvorada.
 
De acordo com o ministro, Lula ficou impressionado com as imagens que viu, ontem, no Nordeste, ao visitar algumas cidades atingidas pelas chuvas. Por isso, ele decidiu monitorar de perto o auxílio às vítimas. ..

Lula libera mais de R$ 300 milhões para reconstrução das cidades em PE

O presidente Lula deixou o município de Palmares, na Mata Sul, por volta das 14h desta quinta-feira (24), em direção ao Estado de Alagoas, onde visita outras cidades atingidas pelas chuvas. Em sua passagem, anunciou a liberação de crédito de R$ 296 milhões para o Estado de Pernambuco, além de outros R$ 51 milhões, que serão divididos com o Estado de Alagoas para recuperação de escolas públicas estaduais. Além disso, o Governo Federal abrirá linha de crédito de R$ 1 bilhão para comerciantes, pequenas e médias empresas, com o intuito de recuperar a economia local. ..

Lula: Precisamos travar uma guerra sem dó nem piedade contra o crack

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta segunda-feira uma atuação conjunta entre o governo federal, estados e municípios no combate ao crack. Em discurso na abertura da 12ª Semana Nacional Sobre Drogas, Lula classificou o crack de “inimigo da humanidade” e afirmou que será preciso uma “guerra” para combater o problema da dependência química no Brasil. “Nós precisamos travar uma guerra sem dó nem piedade contra o crack. Seja na fronteira especializando o que tivermos de especialidade, seja acertando com os governos que tem fronteira com o Brasil”, afirmou. (G1)

..

“Lula está fazendo um desastre”, afirma candidato do Psol

O candidato à presidência da república pelo Psol, Plínio de Arruda Sampaio, reafirmou sua proposta socialista, nesta segunda-feira, ao jornalista Kennedy Alencar em entrevista para a Rede TV. Segundo Arruda Sampaio, o presidente Lula “é um boa gente, mas está fazendo um desastre”. “Eu tenho a posição que eu tenho há muito tempo”, disse. O candidato lembrou sua trajetória política, passando pelos 11 anos de exílio no Chile e nos EUA e pela origem do Partido dos Trabalhadores (PT), que segundo ele teria sido “a primeira criação da massa do povo brasileiro”. Sua ruptura com o PT aconteceu devido ao erro político que o partido cometeu “com um programa democrata popular que gira em círculos, facilitando a compra de geladeiras e deixando de lado questões fundamentais como a educação e a saúde”. Plínio mencionou na entrevista que o Psol pretende lutar contra a gravidade da pobreza que aumenta a cada dia: “não é culpa do Lula, mas ele é culpado por não dar o corte nisso”, afirmou. ..

Lula não será meu ministro, diz Dilma a jornal espanhol

 

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, afirmou em entrevista ao jornal espanhol “El País” deste sábado que não cogita nomear o presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro se vencer as eleições. No entanto, Dilma, que se apresentou ainda como ministra da Casa Civil, fez questão de atrelar seu nome ao de Lula. Disse que tem sido “o braço esquerdo e direito” do presidente e que “o sucesso de Lula é o meu”. “Sou a ministra da Casa Civil. Sou quem coordena os ministros e os principais projetos de governo. Trabalhei intimamente com Lula nos últimos cinco anos e meio. Ele não será ministro se eu chegar ao governo, mas sempre estarei aberta a suas propostas”, declarou a petista na entrevista, que o “El País” destacou na primeira página de sua edição deste sábado. (Folha)

..

LULA COMPARA GREVISTAS A TRAFICANTES

Segundo a Agência Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou ontem, em Manaus, “os movimentos sindicais que atualmente fazem greve no Brasil. Lula disse em Manaus que, diferentemente da época em que era dirigente sindical, as greves de hoje viraram “uma coisa maluca” e comparou algumas ações dos grevistas às ações dos traficantes dos morros do Rio de Janeiro. “Hoje, mudou esse negócio de greve. Agora, não precisa mais fazer greve. No meu tempo, fazia passeata de milhares de pessoas para o governo poder ter medo. Hoje, eles contratam primeiro um cara para colocar faixa, aí vai um cara na frente e enche de faixa. Depois, contrata um cara com uma corneta, como essas vuvuzelas da África do Sul, para tocar o dia inteiro, e também um cara para soltar foguete de três em três horas. Parece aquela meninada avisando para o narcotráfico correr nas favelas. Virou uma coisa maluca”, disse Lula. ..

Lula sanciona reajuste de 7,7% a aposentados e veta fim do fator previdenciário

Contrariando a equipe econômica do governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu nesta terça-feira o reajuste de 7,7% para os aposentados e pensionistas do INSS que ganham acima de um salário mínimo. Lula, no entanto, vetou o fim do fator previdenciário.

O anúncio foi feito pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo ele, o impacto sobre as contas públicas será de R$ 1,6 bilhão neste ano.

Mantega informou que, para manter o equilíbrio fiscal, haverá cortes em custeio e emendas parlamentares. "O presidente Lula nos liberou para fazer os cortes necessários, que vão compensar os 7,7%", disse...

Lula diz que é bom negócio emprestar dinheiro para pobre

Em seu programa de rádio Café com o Presidente desta segunda, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o pobre é um bom pagador porque tem como patrimônio maior seu nome. A declaração foi dada após Lula falar sobre o programa Microcrédito Rural, que já emprestou mais de R$ 1,3 bilhão para um milhão de pequenos agricultores. O presidente esteve em Fortaleza na semana passada para a comemoração dos cinco anos do programa de crédito, o Agroamigo. “Às vezes, você empresta R$ 1 bilhão para um empresário só e ele gera apenas 200 ou 300 empregos, ou seja, significa que você emprestar mais dinheiro para o pequeno é um grande negócio neste país”, afirmou Lula. Lula disse que, em 2002, o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) emprestou R$ 262 milhões para os pequenos agricultores por meio do programa. No ano passado, o BNB fechou com o empréstimo de R$ 22 bilhões e, atualmente, há pedidos para mais R$ 10 bilhões. (G1) ..

PETISTAS ESPERAM LULA EM PALANQUE DE WAGNER

Petistas baianos compareceram ao evento que oficializou a candidatura de Dilma Rousseff à Presidência. Já os membros do outro palanque na Bahia para a ex-ministra, inclusive o pré-candidato ao Governo, Geddel Vieira Lima, não estavam lá. O deputado federal Walter Pinheiro, pré-candidato ao Senado, aposta que Lula fará, nos estados, a campanha do seu partido. “Dilma Roussef é a candidata. Lula não é”, disse Pinheiro. Ou seja: a expectativa do petismo baiano é que Lula desequilibre o jogo aqui, despejando seu prestígio e votos apenas em Wagner. Acreditam que somente Dilma, por compromissos eleitorais, subirá nos dois palanques. No evento, o governador Jaques Wagner confirmou o que já era consenso na base: haverá “chapão” para disputa pela Câmara Federal. Para estadual, poderá haver de duas a três chapas. Sobre o palanque duplo, o governador foi mais comedido e garantiu que Lula não será pressionado na Bahia. Ele destaca que o presidente tem autonomia para decidir o que fará. “Ele tem 86% de popularidade e está dando aula de sabedoria política. Não sou eu quem dirá o que ele deve fazer”, frisou. ..

Convenção petista: Lula rebate críticas de Serra e diz que “o bicho vai pegar”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva rebateu neste domingo, os ataques da oposição à candidata do PT ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff, alertando sua ex-auxiliar de que “o bicho vai pegar” durante a campanha eleitoral. “Esperamos que os nossos adversários estejam dispostos a fazer uma campanha para discutir programa e não façam jogo rasteiro para discutir dossiê todo dia”, afirmou Lula durante a convenção nacional do PT, evento em que a candidatura da ex-ministra da Casa Civil é formalizada.

No sábado, durante a convenção nacional do PSDB, Serra deixou de lado o estilo conciliatório que vinha adotando e fez um duro discurso contra o presidente Lula. O tucano apontou corrupção no Executivo federal, atacou o loteamento político de cargos e se utilizou do escândalo do mensalão do PT como argumento. Comparou ainda Lula ao rei francês Luís 14, para quem o Estado era ele próprio. O presidente pediu calma a Dilma e ao seu vice, o presidente do PMDB e da Câmara, deputado Michel Temer (SP). “O bicho vai pegar… a tranquilidade de vocês é o que vai garantir que a gente ganhe as eleições”, afirmou...

Em convenção, Serra compara Lula a Luis XIV, aquele do “Estado sou eu”

Serra compara Lula a Luis XIV, aquele do “Estado sou eu”

 

A citação indireta ao presidente tinha o objetivo de diminuir a importância da grande popularidade de Lula e uma eventual transferência de votos a Dilma. Segundo Serra, a pré-candidata não tem votos próprios e caiu de “paraquedas” nas eleições. “Fui quase tudo: secretário de estado, deputado constituinte, deputado federal, senador, ministro duas vezes, prefeito, governador. Tenho a honra e o orgulho de ter recebido, em minha vida, mais de 80 milhões de votos”, disse.

Serra não poupou críticas ao presidente Lula e à política internacional brasileira. “Não fica bem contiuamente elogiar ditadores de todos os cantos do planeta. Só porque esses ditadores são aliados do partido do governo”, afirmou. Lembrando o mensalão, o pré-candidato disse não acreditar que o poder corrompe os homens, mas sim que os homens corrompem o poder. “Acredito no Congresso Nacional como a principal arena do debate e do entendimento político, da negociação responsável sobre as novas leis, e não como arena de mensalões, compra de votos e de silêncios”...

TSE isenta Lula e Dilma por discurso no Dia do Trabalhador

Em julgamento realizado no início da noite de ontem, o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Joelson Dias, mandou arquivar a representação do DEM que acusa Lula, Dilma e o Paulinho da Força de terem realizado campanha eleitoral antecipada em evento do Dia do Trabalhador. Na representação, o partido também pede aplicação de multa contra a Força Sindical e a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), o que também foi negado por Dias. Na acusação apresentada ao TSE, o DEM alega que Lula tentou persuadir o público presente a votar em Dilma nas próximas eleições. ..