RedeGN - Espaço do Leitor

Outros Destaques

Política

Espaço do Leitor

ESPAÇO DO LEITOR: COMUNITÁRIO DO LOTEAMENTO ELDORADO AGRADECE AÇÃO DO PODER PÚBLICO

Leitor do loteamento Eldorado, Luciano Medrado insistiu, insistiu e acabou conseguindo da administração municipal a limpeza da comunidade. El, no entanto, reitera apelo à Secretária de Desenvolvimento Urbano, Célia Regina, para que realize o calçamento das ruas do loteamento conforme promessa de outros membros do governo Isaac Carvalho. Confira:

Olá Geraldo,..

É TENDÊNCIA MUNDIAL

A descentralização e a interiorização de capitais e investimentos são sem sombra de dúvida, uma tendência mundial. E como fato e tendência tão abrangente que é, vem atingindo várias cidades do nosso planeta que tem propensão de crescimento. O mercado consumidor, a disponibilidade de mão de obra, a especulação imobiliária, a infra-estrutura, a matéria-prima, a isenção fiscal, entre outros; são fatores que influenciam na dispersão de investimos em escala global, nacional, regional e local.

Diante os avanços verificados nos setores de transporte, comunicação e de informatização, as condições necessárias para a integração de regiões foi favorecida; propiciando assim, a concretização dessa tendência...

ESPAÇO DO LEITOR: FALTA DE CIDADANIA OU POLÍTICA LITERALMENTE SUJA?

Prezado Geraldo,

Fico indignado com o comportamento de alguns “cidadãos” da nossa querida cidade. Estou falando de cidadania, não de política. Frequentemente solicito a Secretaria de Serviços Públicos para realizar limpeza num local próximo a minha casa...

ESPAÇO DO LEITOR: O JARDIM DAS FLORES DO RECESSO

 

A eleição do atual prefeito suscitou um desespero nas antigas oligarquias de Juazeiro. Quando se viram longe do poder, entraram em parafuso, fazendo oposição a qualquer custo, de todo modo, com ataques pessoais, numa tentativa de desqualificar o trabalho que vem sendo realizado pelo prefeito Isaac Carvalho. É como se todos os problemas da cidade, que são muitos, é verdade, tivessem surgido de dois anos para cá. Logo eles, que se locupletaram dos cargos públicos durante um período que chega há meio século. Agora se utilizam de flores do recesso, buscando holofotes da imprensa, com notícias sem valor, criadas.

Fica claro que os opositores não brigam por uma Juazeiro desenvolvida, com os seus problemas resolvidos como falta de calçamento, melhorar a infraestrutura urbana. Eles brigam é por Poder! A nossa cidade, oficialmente, têm 350 km de ruas, sendo apenas 150 pavimentadas, destas cerca de 80 % precisam de reparos. O prefeito tem divulgado freqüentemente essa informação, para que as pessoas saibam que, com 133 anos de cidade, é assim que Juazeiro foi tratada. O atual prefeito tenta reparar esse déficit com um programa para pavimentar mais de 100 ruas da cidade. Espero que consiga, pois já vi na imprensa que as primeiras ruas foram inauguradas, mas espero também que não tenha sido motivado apenas pelas comemorações do aniversário da cidade...

ESPAÇO DO LEITOR: SEM PERDÃO

Ao poucos os filhos de Juazeiro e outras pessoas comprometidas com o futuro da nossa terra estão sendo afastadas do poder municipal. Parece até que o objetivo do governo é afastar todos e tudo que, de alguma forma queiram o bem da terra e do povo de Juazeiro.

Primeiro foi o PV. Partido ficha limpa que abriga nas suas fileiras uma grande maioria de juazeirenses que sonham em transformar a nossa terra no lugar dos nossos sonhos, dos nossos filhos e futuras gerações. Depois foram derrubando pessoas que, no governo dariam uma grande contribuição ao desenvolvimento do município...

OS ERROS HUMANOS E OS ERROS DESUMANOS (JUAZEIRO TEVE DISSO, TEM DISSO?!)

Onde mais aprendemos: com os erros ou os acertos? Tendencionamo-nos por natureza aos dois lados. A historicidade comprova. A dialética razão diferencial de o ser humano e de o ser desumano. Se atentarmos bem na existência haverá o enxergamento de que os erros conduzem, controlam, monitoram, dão os rumos de todas as vertentes e tendências da psicologia, sociologia, ideologia e fé.

Os acertos, coitados, correm pianinhos.

Sugiro, madrugada dessas leitor, que cá consigo, sofazei-se acerca dos erros. Por certo chegará às suas duas vertentes: OS ERROS HUMANOS HUMANOS E OS ERROS HUMANOS DESUMANOS...

JUAZEIRO NA RAMPA DO ATRASO!

Há décadas atrás, a cidade de Petrolina-Pe construía o viaduto Barranqueiro, que na época foi objurgado por muitos petrolinences como um verdadeiro absurdo, na ocasião muitos achavam um desnecessário uso do erário público, no entanto, não sabiam estes que quem projetara o viaduto pensava em uma Petrolina com mais uma alternativa viária moderna, que décadas depois comprovaria sua acentuada importância para o desenvolvimento metropolitano da cidade.

Em outro plano de desenvolvimento, a cidade juazeiro-Ba investia na construção de rampas, que surgiam à esquerda e à direita da imponente barreira que divide a cidade, conhecida popularmente como “Banca”, tendo as rampas como finalidade permitirem o acesso de veículos (carroças) e transeuntes da juazeiro “oriental” à Juazeiro “ocidental”, e vice e versa. Com o passar dos tempos, com o acréscimo natural de veículos e de pessoas, novas rampas surgiram, enquanto outras antigas eram nulificadas, e como justificativa ao aumento do número de rampas, figura a busca incessante pelo poder público por alternativas com o intento de desafogar o transito na cidade...

UMA LUZ QUE SE APAGA

A emoção me impediu de elaborar o texto logo após a ocorrência do verdadeiro tsunami que se abateu sobre Uauá, durante esta semana. Nada poderia ser mais trágico. A estrutura emocional das pessoas desabou nesta última semana acompanhada de profunda dor, como se fosse um pesadelo. 

A vida reserva às pessoas modificações repentinas de trajetória, cujos fatos fogem ao controle natural das decisões próprias que se espera de cada uma. Nessas circunstâncias, vontades e planos são repentinamente alterados de forma aleatória, fazendo com que o curso da vida se defina em direção a se evitar a ocorrência das tragédias ou se projetar em sua direção. Quantas histórias são contadas de pessoas que perdem o embarque em viagens que logo depois resultam em acidentes fatais e outras que não estavam programadas e são levadas ao embarque em direção à morte! Há os que afirmam que está escrito no livro da vida, que o dia da partida já está lançado e não tenho como contrariar essa afirmação. ..

LEITOR FAZ QUESTIONAMENTO SOBRE CONCURSO PARA PROCURADOR EM PETROLINA

Geraldo José,

Curioso com o concurso para procurador que vai ser realizado em Petrolina-Pe, neste ultimo final de semana acessei o site do município para analisar o edital, e fiquei estarrecido com a data fixada para realização das provas objetivas.

Segundo o edital, as inscrições terminam no dia 18/08/2011, data final para o pagamento das taxas, e, 10 dias após (28/08/2011), as provas serão realizadas pela Facape...

“ESTE BODE ESTÁ INDECENTE!”

Não, não é a maldade que você imaginou caro leitor, ofendendo com a sua maledicência o conceito do senhor bode! De repente vem a idéia de que esse bode começou a falar e está a espalhar palavrões e imoralidades aos quatro cantos, já demonstrando que aprendeu os maus costumes dos humanos, ou que está a exibir as suas partes íntimas de forma desrespeitosa! Não, nenhuma das hipóteses imaginadas se enquadra ou traduz o verdadeiro sentido do título dessa crônica. 

A verdade é que no nosso dia a dia convivemos com expressões populares e corriqueiras, que encontram definições de matizes os mais diferentes possíveis. Às vezes são frases que denotam intenções maldosas ou debochadas e outras tantas apenas jocosas com tonalidades que ressaltam a subcultura urbana do duplo sentido ou dos trocadilhos. ..

LEITOR QUESTIONA SOBRE OBRA PARADA NO JOÃO PAULO II

Caro Geraldo José,

Parabenizando-o inicialmente pelo brilhante trabalho, peço vênia para utilizar-me deste, que é o mais importante e democrático espaço de manifestação de opiniões do vale do São Francisco, para revelar a toda sociedade juazeirense um fato que, no mínimo, carece de explicação.

A comunidade dos bairros João Paulo II, Antônio Guilhermino, Vila Nova Fé e Parque Residencial, através de uma emenda do então Deputado Estadual Pedro Alcântara, foi contemplada com uma verba de, aproximadamente, R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais), a qual deverá ser aplicada na construção de um ginásio poliesportivo...

A REVIRAVOLTA DA HISTÓRIA

Em 1.516, pouco mais pouco menos, um grupo de aventureiros, escassos anos depois da chegada dos portugueses ao Novo Mundo, subiu o grande rio que os nativos denominavam de Opara. Anos depois, ultrapassando as cachoeiras e as corredeiras, chegaram às calmas águas de Juazeiro, imaginando encontrar ouro e pedras preciosas.

Por 200 anos ou mais, exploraram sal, única  riqueza encontrada, plantaram cana, criaram cavalos e gado. Estabeleceram uma firme rota de comércio com o sul e com o litoral e deram àquela região o nome de Juazeiro, a mais florescente de todas em centenas de léguas sertão em volta...

BISPO LEVA MENSAGEM PAPAL AO PREFEITO DE BONFIM PAULO MACHADO

Cumprindo tarefas eclesiais, o Bispo Auxiliar do Ordinariado Militar, em Brasília, Dom José Francisco Falcão de Barros, esteve em Senhor do Bonfim com a missão especial de entregar comunicado da Santa-Sé ao prefeito Paulo Batista Machado e prestar consultoria em Direito Canônico à Diocese de Senhor do Bonfim, pastoreada pelo bispo Dom Francisco Canindé Palhano.

Em sua primeira missão, Dom Falcão foi textual: “Vim trazer o comunicado da Santa-Sé ao prefeito Paulo da concessão da graça do rescrito da dispensa da obrigação de celibato e a demissão do seu estado clerical”. Ou seja, na prática, o prefeito obteve o direito de receber o sacramento, a comunhão plena na Igreja Católica, incluindo a possibilidade de poder contrair matrimônio religioso. ..

Ascom Bonfim

UMA VEZ FLAMENGO...

EU PENSO ASSIM...

Herbet Mouze

..

ESPAÇO DO LEITOR: MORADOR DO SANTO ANTONIO RECLAMA DA FALTA DE COLETA DE LIXO

Morador o bairro Santo Antonio e leitor do blog, Sidney Souza enviou email com foto reclamando da falta da coleta de lixo na comunidade. Confira:

Geraldo José,..

AS EMERGÊNCIAS PRECISAM DE SOCORRO

Venho através deste conceituado meio de comunicação externar minha preocupação e insatisfação referente ao planejamento de atendimento às emergências que ocorrem nos hospitais da região durante os finais de semana.

Em pleno sábado, por volta das 10 horas, saí de Juazeiro para Petrolina sentindo bastantes dores na barriga, ânsia de vômito e solicitei ao amigo que me socorria que me levasse para o Hospital Memorial, sendo que para minha surpresa fui informado que não havia médico de plantão e que não poderiam me atender. De início não me dei conta do que estava acontecendo, corri sentindo bastante dores para o Hospital Neurocárdio que fica ao lado. Mais uma surpresa: não queria me atender devido já estar com sobrecarga devido ter apenas uma médica para suprir as emergências. Justifiquei minha situação e a atendente, vendo meu estado de sofrimento, solicitou que fosse preenchida a ficha e que me sentasse na recepção para aguardar. Começou meu sofrimento...

EU PENSO ASSIM...FESTA EM MANIÇOBA

EU PENSO ASSIM...

Herbet Mouze

..

A REALIDADE DE SENTO-SÉ E O CENSO 2010

Geraldo,

Essa foto foi tirada na época do Censo 2010 e essas mulheres estão cortando palma para comer. A foto foi tirada no acampamento Juazeiro, no distrito de Sanharó. Depois vêm os políticos de nossa cidade dizer que o censo está errado e que sento sé não está em situação de miséria. Acho que eles fecham os olhos para não ver isso.  Eles deveriam era acabar com isso, implantando políticas sociais, não dizendo que a pesquisa está errada. "Mas se esse povo sair da miséria eles não ganham mais. é melhor dizer que a pesquisa está errada e continuar alienando o povo"...

ESPAÇO DO LEITOR: FALTA DE CRITÉRIOS

Caro Geraldo José,

É lamentável o que ocorre em nossa cidade, além do total abandono, principalmente nos bairros periféricos, temos também que engolir a falta de seriedade com o dinheiro público...

JUAZEIRO: 133 ANOS E UMA COMEMORAÇÃO MEDÍOCRE

Na noite do dia 14 de julho, véspera do aniversário da cidade de Juazeiro, enquanto o prefeito Isaac Carvalho estava reunido com a elite na festa de lançamento do JUAZEIRO RODEIO MUSIC na área livre de um posto de combustíveis na Avenida Raul Alves, o seu assessor/secretário Paulo César Carvalho se esforçava para animar as poucas pessoas presentes ao evento organizado pela Prefeitura Municipal em comemoração aos 133 anos de emancipação de Juazeiro. 

Ficou feio para a administração municipal realizar um evento com pouquíssima divulgação, quando em outros tempos a população enchia a Orla Fluvial para comemorar o aniversário da cidade, com um palco atravessado num ponto de maior largura daquela artéria, e uma grande multidão comemorava até a madrugada. ..

Foto Ascom PMJ

MEU CARO FERNANDO VELOSO!

Não logro em evocar o diapasão das Catilinárias, deixando patentes pormenores de vinditas em razão do automatismo, fruto de subordinação empregatícia, oficial. Longe de meu cérebro estão as célebres Verrinas de recheios de ódio do filósofo, político retórico e, sobretudo, orador Marco Túlio Cícero, as quais foram lançadas contra Lúcio Sérgio Catilina.

Observo meu prezado Veloso, que seus impropérios são expressões de força emanada do ofício, faltando-lhe, portanto, o elemento subjetivo do tipo. Sei perfeitamente quanto o poder capitalista selvagem é detentor de um império macabro e bestial que obriga aos esbirros, sob a coação moral ou física, cometerem assacadilhas, imputações aleivosas, aleatórias, mesmo sabendo da inquietação da consciência pelo ato cometido...

O mergulho fatal

Vou diversificar um pouco o tema e retornar ao cotidiano, sempre muito rico em histórias que quebram a rigidez das notícias e fatos diários, principalmente quando os últimos noticiários nos remetem a mensurar qual Ministro que sai é mais corrupto que o outro. Este tema merece retorno em outra ocasião.

Assim, resolvi rebuscar os arquivos da mente e eis que retornou à lembrança o sucedido a um caro amigo e que me fez dar boas risadas. Sabe-se que nos bate-papos das rodas de amigos, principalmente naqueles instantes em que as substâncias energéticas da cevada, do delicioso vinho do Vale do São Francisco ou o destilado do malte escocês começam a fazer o efeito estimulador da imaginação dos mais ecléticos contadores de casos, ouvimos histórias verdadeiras e aquelas fruto da pura criatividade, sempre com ênfase nas narrativas com forte dose de humor. Quase sempre o contador dos casos elege alguém como personagem principal do teatro que se desenrola naquele momento, provocando explosão de risos dos integrantes do grupo e motivando ainda mais o consumo etílico...