RedeGN - Rotarianos em Juazeiro estão preocupados com a pouca publicidade para campanha de multivacinação

Rotarianos em Juazeiro estão preocupados com a pouca publicidade para campanha de multivacinação

Foi iniciado no início deste mês de outubro, em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, mas entidades como o Rotary Clube de Juazeiro tem se mostrado muito preocupadas com a pouco divulgação que o Governo vem fazendo junto à população, diante da extrema importância que essa vacina tem para manter as crianças imunes à doença.

Josenato Medrado, ex-presidente da entidade em Juazeiro, atualmente ocupando cargos de presidente da comissão distrital de formação profissional e instrutor Rotário, manifestou essa preocupação: "Estamos no período da campanha de multivacinação, que inclui a vacina contra a pólio e temos notado a ausência de propagandas alertando para os perigos da pólio e convocando as pessoas a comparecerem aos postos de vacinação.  Amanhã, dia 17, por exemplo é dia D de vacinação em Juazeiro e a gente não pode vacilar", disse.

De acordo com Josenato as campanhas de vacinação praticamente erradicaram a doença no mundo, mas é preciso continuar atento para que ela não volte: " O Rotary  em parceria com Bill Gates, já gastou mais de 2,5 bilhões de dólares em campanhas para erradicação dessa doença no mundo e praticamente a erradicamos, mas temos observado que esse ano as campanhas alertando para os perigos da pólio e da necessidade de vacinação diminuíram muito e estamos preocupados, pois um possível fracasso na vacinação será uma temeridade", esclareceu.

O grupo alvo da vacinação contra a poliomielite são as crianças menores de 5 anos de idade, com estratégias diferenciadas para as crianças menores de um ano e para aquelas na faixa etária de 1 a 4 anos de idade. Todas as crianças menores de 5 anos deverão comparecer às salas de vacinas para receber uma dose da vacina contra poliomielite. Diferente de outras vacinas, a da poliomielite é administrada uma gota do medicamento ao invés da aplicação por injeção.
Multivacinação

Na multivacinação, o público-alvo são as crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade. O objetivo é analisar se o esquema de vacinação desse grupo está completo e, para aqueles que estiverem faltando alguma vacina, serão aplicadas as doses necessárias.