RedeGN - Seis dicas do mundo dos esportes para os negócios e investimentos

Seis dicas do mundo dos esportes para os negócios e investimentos

Ronaldo Fenômeno é um exemplo de ex-jogador que se tornou empreendedor de sucesso. Foto: Reprodução/Instagram

O ex-atacante Ronaldo Nazário, pentacampeão do mundo com a seleção brasileira e um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos, fez fortuna durante e carreira e poderia muito bem viver apenas dela pelo resto da vida. Porém, ele escolheu se aventurar no mundo dos negócios.

Hoje, aos 43 anos, se tornou um case de sucesso como ex-atleta que se tornou empresário, tendo administrado uma série de negócios ao longo dos últimos anos, como a 9ine, Octagon Brasil e Ronaldo Academy, além de ser proprietário do Valladolid, clube que disputa a primeira divisão espanhola.

Ronaldo certamente não é o único exemplo de ex-atleta que fez sucesso como empresário ou investidor, e muito disso se deve a algumas lições que o esporte trouxe durante toda a sua carreira. Isso porque alguns aspectos intrinsicamente ligados aos mais diversos esportes, desde futebol aos chamados esportes de mente, são fundamentais para o sucesso no mundo business.

Abaixo, listamos seis dicas do mundo do esporte para empreendedores e investidores que querem seguir longe:

Espírito de equipe

Ao longo da carreira, Ronaldo colecionou títulos e prêmios individuais por toda sua capacidade técnica, mas nada teria conseguido sem um grupo de jogadores e comissão técnica unidos e determinados por um mesmo objetivo em comum. Trabalhar em equipe é a chave do sucesso em esportes coletivos como o futebol, basquete, vôlei, entre tantos outros.

No mundo dos negócios, não é diferente. Por mais que a capacidade de cada colaborador seja importante, é crucial que o gestor crie um ambiente colaborativo em que o trabalho em equipe se sobreponha aos destaques individuais, gerando melhores resultados e fazendo nascer em todos os colaboradores da empresa uma sensação de pertencimento a uma causa maior.

Liderança

Todo bom time conta com um bom capitão! Mais do que isso, boas lideranças são fundamentais. Um bom líder não precisa necessariamente portar a faixa de capitão em um time de futebol, mas pode exercê-la por meio de sua experiência e pelo controle que tem do grupo.

Nas empresas, a capacidade de liderança faz total diferença, e aqui é importante saber a diferença entre um chefe e um líder. O chefe, via de regra, indica o objetivo que a equipe ou a empresa precisa alcançar e espera ser conduzido por seu time. Já o líder é aquele que não apenas indica, mas conduz seus pares por todo o caminho. É também parte fundamental da liderança inspirar seus liderados. Dessa forma, a empresa só tem a ganhar.

Controle de emoções

Em esportes como tênis, por exemplo, a concentração é o que define se a bolinha vai tomar o destino certo. Em outros, como atletismo e natação, as vitórias são decididas por milésimos de segundos. Em ambos os casos, no entanto, o controle de emoções é fundamental, o que se aplica também em jogos coletivos: quem nunca viu seu time perder o jogo porque um jogador perdeu a cabeça e foi expulso?

Esse autocontrole também é requisito para sucesso no mundo dos negócios, principalmente em situações nas quais o fator emocional pode ter um peso negativo. Deixar o cérebro agir ao invés do coração é, geralmente, uma escolha mais assertiva tanto no mundo das empresas quanto nos investimentos.

Tomada de decisões

Uma das dicas mais valiosas vem dos chamados esportes da mente, como o poker, que é amplamente praticado em portais online e clubes do Brasil. Entre os pilares da modalidade está a tomada de decisões em cenários de incerteza. Isso é, a capacidade de antecipar ações dos concorrentes é o que separa os jogadores razoáveis de poker dos grandes campeões mundiais.

Não são poucos os casos de empresários que se destacaram por antecipar tendências e largar na frente dos concorrentes. Steve Jobs, da Apple, é um dos exemplos. Mas a tomada de decisões é uma característica de bons gestores em todos os aspectos, desde a análise do mercado até na gestão de problemas internos da empresa. Para investidores, é fundamental esse poder de prever o comportamento do mercado e escolher as ações certas, além de saber os momentos certos de comprar e vender na bolsa.

Treino e estudo

“Treino é treino, jogo é jogo”. Esse é um mantra de esportes como futebol, por exemplo. Mas é inegável que a prática leva a excelência em qualquer esporte. É o caso de Cristiano Ronaldo, um dos melhores jogadores de futebol do planeta, conhecido por ser extremamente aplicado nos treinos.

Essa é uma dica especialmente válida para quem investe no mercado de ações. Conhecer o funcionamento do mercado e o sobe e desce das cotações exige muito estudo, acompanhamento de notícias e bastante treino antes de sair aplicando quantias muito altas.

Administração de recursos

Também crucial no poker, administrar a banca é fundamental para jogadores profissionais que procuram se manter relevantes por um longo período. Saber quanto e como apostar e gerir corretamente o bankoll e tão ou mais importante que conhecer as mãos mais fortes do jogo e ter sorte.

Gerir corretamente recursos é a chave para o sucesso tanto de empresários quanto de investidores. No mundo dos investimentos, também prevalece o lema de “nunca colocar todos os ovos no mesmo pote”, ou seja, possuir uma carteira diversificada e não apostar cegamente em uma ação ou empresa que, por uma série de motivos, pode entrar em queda.