RedeGN - Após 5.402 mortes, prefeito de Milão admitiu erro de ter apoiado campanha para cidade não parar

Após 5.402 mortes, prefeito de Milão admitiu erro de ter apoiado campanha para cidade não parar