RedeGN - Imprimir Matéria

O ministro da Integração deu pra trás, diz presidente do Sintraf sobre permanência de agricultores no Pontal

02 de Sep / 2017 às 12h00 | Variadas

Após segunda reunião no Ministério da Integração Nacional, em Brasília, para evitar reintegração de posse sobre os agricultores familiares acampados no Projeto Pontal, zona rural de Petrolina (PE), a presidente do Sindicato dos Agricultores Familiares (Sintraf), Isália Damacena, declarou que o titular da pasta, Hélder Barbalho, recuou da decisão de deixá-los na área até uma solução definitiva.

De acordo com a sindicalista, o ministro afirmou na audiência que teve com o deputado Adalberto Cavalcanti e outros líderes sociais, que havia encaminhado a demanda dos agricultores para o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, o qual deve a fazer a avaliação sobre a permanência ou não da categoria no Pontal. 

“Na nossa primeira reunião, o ministro [Hélder Barbalho] se mostrou simpático a nossa causa, encaminhando até mesmo uma orientação à Polícia Federal no sentido de não fazer a reintegração de posse”, lembra ela. “Agora, ele simplesmente deu pra trás, dizendo que quem vai cuidar da situação é a Casa Civil”. 

Ainda segundo Isália, com o revés, a PF deverá realizar, no dia 12 de setembro, a retirada dos agricultores familiares do Pontal Sul. Dados do Sintraf apontam que cerca de 900 famílias agricultoras acampam na área. “Venho dizendo nas rádios e para os nossos representados que não recuaremos em nossas reinvindicações, e não vamos. O que faremos é lutar mais ainda”, declarou.

Ascom Sintraf Foto Divulgação

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.