RedeGN - Imprimir Matéria

ARTIGO - PIXOTADA DE AÉCIO NEVES

26 de Sep / 2014 às 23h00 | Espaço do Leitor

“Pastor” sem rebanho! “Árbitro” sem apito, campo e plantel! Desculpem-me a figura de linguagem; prosopopeia!

O candidato à Presidência da República, Aécio Neves, proclamou a todo pulmão que no provável segundo turno não apoia a candidata Marina Silva; constitui, dessa maneira, um terremoto político sem conexão. Mostrou sua intempestividade egocêntrica, dando escoamento por meio do subconsciente, que “jogou a toalha” em favor da seita petista!

Pecou por não se acautelar, sendo muito açodado, ensejando, portanto, com razão, um juízo temerário no mundo político brasileiro. A fúria decisiva do “não público” contra Marina Silva, não lhe trará dividendos eleitorais, sim, suspense no seio de seus eleitores simpatizantes que já começam a debandar por circunstâncias variadas, inclusive, por sua atitude impensada, sem conteúdo, indo de encontro à consciência coletiva de sua própria associação partidária, PSDB.

É um direito subjetivo de Aécio Neves em votar na candidata Dilma, mas não tem o direito de insubordinar-se contra a sua própria organização partidária, quebrando assim, o elo de coalizão por um capricho doentio que se chama egoísmo com sua forma exagerada aos seus interesses.

Geraldo Dias de Andrade é Cel. PM/RR – Cronista – Bel. Em Direito – Membro da Academia Juazeirense de Letras – Escritor – Membro da ABI/Seccional Norte.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.