RedeGN - Imprimir Matéria

Encontro sobre segurança pública reúne representantes de estados do Nordeste em Petrolina

09 de Sep / 2011 às 15h10 | Policial

Estiveram reunidos dia passado (08), na cidade de Petrolina, representantes da área de segurança pública dos estados de Pernambuco, Ceará e Bahia. O encontro promovido pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco contou com a presença de delegados da Policia Civil e oficiais da Polícia Militar para discutir sobre a importância e a necessidade de reforço nas fronteiras e de maior integração entre as polícias destes estados do nordeste. O encontro foi dirigido pelo Secretário Executivo de Defesa Social de Pernambuco, Alessandro Carvalho, que apresentou os dados referentes ao Pacto Pela Vida. O novo modelo de gestão implantado em 2007 divide o Estado em oito territórios, que incluem 26 Áreas Integradas de Segurança (AIS) e abrange 77 focos de atuação.

Durante o encontro foram apresentados dados referentes à Área Integrada de Segurança (AIS -26), que integra os municípios de Petrolina, Afrânio e Dormentes. Na ocasião, o secretário alertou para a necessidade de viabilizar soluções locais a partir de dados concretos, proporcionados pela Gerência de Análise Criminal e Estatística (Gace) da SDS. A estatística apontou que o maior numero de homicídios na região da AIS-26 acontecem de domingo a terça-feira, contrariando dados, por exemplo, da região metropolitana onde o maior número de crimes violentos letais intencionais (CVLI), acontecem nos finais de semana.

“Fazer polícia não é ciência exata, por isso exige de cada um de nós uma reflexão, já que o trabalho vem sendo feito e se isso não implica numa redução dos números, precisamos viabilizar soluções locais a partir dos dados que a estatística nos oferece”,chamou atenção, Alessandro Carvalho. O grupo destacou que as ações de integração deverão ser focadas, no cumprimento dos mandados de prisão de homicídio e roubo a bancos, no controle de trânsito, apreensão de armas, e no tráfico de entorpecentes. O trabalho policial também deverá ser dirigido para a apreensão de fogos e explosivos, nos crimes de contrabando e descaminho e por fim nos crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes. O encontro deve ser realizado ao menos uma vez por mês em cada estado do nordeste.

Jucianna Kelly Terto Ascom Gerencia de Polícia do Sertão - II

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.