RedeGN - Imprimir Matéria

APLB Sindicato em Juazeiro repudia atitude de diretor de escola em Maniçoba que obriga professores a retornar às aulas sem oferecer transporte

24 de Nov / 2021 às 18h47 | Variadas

A APLB Sindicato em Juazeiro recebeu um ofício enviado por um grupo de professores da escola de campo Olavo Ferreira Neto, localizada no distrito de Maniçoba, denunciando o diretor José Mirondes por obrigar os professores a voltarem às aulas sem que haja disponibilização de transporte dos profissionais da sede ao distrito. Diante dessa situação, a APLB repudia a atitude truculenta do gestor que tomou a decisão arbitrária, sem promover uma discussão com os trabalhadores em educação, trazendo os alunos para sala de aula, sem que dê aos professores condições necessárias ao retorno das atividades. 

Revoltados com a situação, os professores encaminharam um documento ao Núcleo Territorial de Educação (NTE 10) com cópia à APLB Sindicato denunciando o que está acontecendo na escola. De acordo com o documento enviado pelos professores, a escola fica 33Km distante da sede do município e apenas alguns profissionais da unidade escolar recebem auxílio transporte que assegura o deslocamento entre bairros. Os professores não se opõem ao retorno das atividades, segundo o documento, apenas querem o mínimo de condições para que se desloquem até a escola que funciona em dois turnos – vespertino e noturno. 

"Esperamos que o NTE tome as devidas providências para resolver esse problema na escola. A APLB apoia os professores e alunos que estão passando por essa situação. Nos juntamos aos profissionais nessa luta contra essa medida descabida que impede os professores de continuarem a desenvolver seu trabalho sem as condições básicas de locomoção", ressalta o diretor da APLB Sindicato em Juazeiro, Gilmar Nery.  

Ascom APLB Juazeiro

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.