RedeGN - Imprimir Matéria

Cinco docentes da Univasf estão entre os dez mil cientistas mais influentes da América Latina

16 de Oct / 2021 às 17h00 | Variadas

Entre os dez mil cientistas mais influentes da América Latina listados no ranking AD Scientific Index 2021 estão cinco docentes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). O ranking leva em consideração citações no Google Acadêmico e trabalhos realizados pelos cientistas nos últimos cinco anos. Os professores foram notabilizados pelos trabalhos nas áreas de Farmácia e Química de Produtos Naturais, Física, Biotecnologia e Medicina Veterinária.

No ranking, os professores destacados são Alexandre Redson e Maurício Horta, do Colegiado de Medicina Veterinária (CMVET); Helinando Pequeno de Oliveira, do Colegiado de Engenharia Elétrica (Cenel); Jackson Guedes e Xirley Pereira Nunes, ambos do Colegiado de Farmácia (CFarm). Embora possua cinco pesquisadores presentes na classificação, apenas quatro aparecem no ranking vinculados à Univasf. Em seus dados do Google Acadêmico, o professor Alexandre Redson ainda aparece vinculado à Universidade Estadual Paulista (Unesp) “Júlio de Mesquita Filho”. Por este motivo, a Univasf consta na 201ª posição entre as 453 instituições latino-americanas evidenciadas por número de pesquisadores presentes no ranking.

O AD Scientific Index leva em conta o desempenho científico e o valor agregado da produção individual dos pesquisadores. A classificação ocorre de acordo com o número de vezes que um artigo é citado, equivalente às pontuações dos índices h, e estudos científicos que receberam 10 ou mais citações (i10), além do número total dos últimos cinco anos.

Da Redação RedeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.