RedeGN - Imprimir Matéria

Luciano Han depõe à CPI da Covid

29 de Sep / 2021 às 11h30 | Coronavírus

O empresário bolsonarista Luciano Hang vai prestar depoimento nesta quarta-feira (29/9) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, instalada pelo Senado.

O dono da rede de lojas Havan é suspeito de integrar o "gabinete paralelo", grupo que supostamente aconselha o presidente Jair Bolsonaro em relação à pandemia do novo coronavírus, promovendo ideias negacionistas, como o tratamento precoce com medicamentos com ineficácia comprovada contra a doença.

A convocação de Hang, que incorporou o apelido de Véio da Havan, foi requerida pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid. Hang também deve ser questionado pelos senadores pela suspeita de ter financiado a disseminação de "fake news" sobre a covid-19 junto ao blogueiro bolsonarista Allan do Santos, do canal 'Terça Livre', caso investigado em inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho "03" do chefe do Executivo, teria intermediado o contrato entre os dois .

Além disso, o empresário também é alvo da CPI por supostamente fraudar a certidão de óbito da sua mãe, Regina Hang , que faleceu em fevereiro, aos 82 anos, no hospital Sancta Maggiore, da Prevent Senior, operadora de saúde que é acusada de omitir mortes por ministrar medicamentos sem eficácia, como a hidroxicloroquina.

Correio Braziliense Foto Agencia Senado

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.