RedeGN - Imprimir Matéria

Lei que aumenta o valor do auxílio combustível dos vereadores de Petrolina será sancionada na sexta (9)

06 de Jul / 2021 às 13h03 | Política

Apesar da repercussão e pressão popular, a lei que reajusta o valor do auxílio combustível para os vereadores de Petrolina, vai ser sancionada na próxima sexta-feira (9).  A informação foi dada pelo presidente da casa Plínio Amorim, vereador Aero Cruz (MDB), durante entrevista coletiva. Com a nova lei, o valor do auxílio passa de R$ 2 mil para R$ 3 mil por mês.

“Quero colocar aqui que nós vamos, sim, sancionar. E quero deixar bem claro que esse valor ele é o teto, não é que todos os vereadores vão utilizar esse valor de R$ 3 mil”, disse o presidente da Câmara.

Durante a coletiva, Aero Cruz justificou a importância da lei e reforçou que o objetivo do documento é controlar o uso dos carros oficiais. A lei foi aprovada por 18 votos. Três vereadores não compareceram à sessão. Houve uma abstenção, a do vereador Gilmar Santos (PT).

Após repercussão negativa, o presidente da Câmara recebeu ofícios de nove vereadores que, mesmo votando a favor da lei, decidiram abrir mão do reajuste da cota pra combustível. Esses legisladores em vez de R$ 3 mil vão ter direito ao valor atual de R$ 2 mil.

O vereador Wenderson Batista (DEM), que durante a sessão que aprovou o aumento do auxílio, disse que o valor de R$ 3 mil “era pouco”, foi um dos parlamentares que voltaram atrás. “Não tenho dificuldade nenhuma de dar um passo para trás, pedir desculpa, pedir o reconhecimento e vida que segue. Vamos trabalhar, responder isso tudo com muito trabalho”, afirma.

Autor da proposta, o presidente Aero Cruz disse que o valor da cota de combustível estava defasado desde 2019. O vereador afirma que a verba está dentro do orçamento da Casa. Um movimento de oposição iniciou uma petição pública e está colhendo assinaturas na internet pedindo a revogação da lei.

“Respeito a colação da imprensa, respeito a colocação de alguns populares, até pela forma como foi colocado, mas quero aclarar que nós procuramos foi regulamentar, nós procuramos corrigir alguns erros que tinham anterior, até porque eu poderia ter feito por portaria, mas fiz através de projeto de lei para que a gente desse a oportunidade e transparência necessária ao projeto”, explica Aero Cruz.

G1 Petrolina Foto: Reprodução

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.