RedeGN - Imprimir Matéria

STF mantém julgamento de suspeição de Moro para esta terça-feira (9) e Lula adia pronunciamento

09 de Mar / 2021 às 15h45 | Variadas

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (9/3) por manter o julgamento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro nos casos da Lava-Jato. O pedido para o adiamento foi apresentado pelo ministro Edson Fachin, que na segunda-feira (8) anulou as condenações do ex-presidente Lula nos processos da Lava-Jato, tornando-o novamente elegível.

Fachin entendeu que a 13ª Vara Federal de Curitiba não teria competência nas ações. Após a decisão, o ministro Gilmar Mendes decidiu pautar a ação sobre a imparcialidade de Moro. Entendendo que o julgamento do ex-juiz federal não tinha precedência em relação à sua decisão de segunda-feira, Edson Fachin pediu a suspensão da sessão.

Em rápida votação, os ministros Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Nunes Marques se declararam contrários ao pedido de Fachin. Gilmar Mendes, que preside a turma, também votou pelo prosseguimento.

Um pronunciamento do ex-presidente Lula estava marcado para o início desta tarde, mas foi adiado. A ideia era falar sobre a decisão do ministro Edson Fachin. Vale lembrar que o principal argumento da defesa do petista em relação à Lava-Jato seria que o então juiz Sergio Moro não teria imparcialidade para julgar os casos. Porém, com a entrada da ação contra Moro na pauta do dia no STF, Lula preferiu esperar.

Ascom

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.