RedeGN - Imprimir Matéria

Festival paga por filmes curtos produzidos na Caatinga

12 de Feb / 2021 às 08h30 | Variadas

Seguem abertas até o dia 21 de fevereiro de 2021 as inscrições para o II Cine Caatinga - Experiências Audiovisuais no Sertão, festival que vai selecionar cerca de 50 curtas-metragens de gêneros variados  - ficção, animação, documentários, experimentais e estudantis.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do endereço cinecaatinga.com.br. Os curtas enviados precisam ter de 2 a 15 minutos de duração e devem ter sido realizados a partir de 2016 por diretores(as) residentes no Semiárido Brasileiro.

A temática é livre. No ato da inscrição, é necessário enviar as informações via formulário. É possível inscrever mais de um curta-metragem. Outras informações estão disponíveis no site do festival.

As produções passarão por curadoria e avaliação de júri especializado, formado por produtores/as da região do Vale do São Francisco. E também por votação online (júri popular). Para cada filme selecionado, será paga a quantia de R$ 200 (duzentos reais) pela exibição gratuita na plataforma cinecaatinga.com.br. Também haverá premiação para 11 categorias, com o troféu "Cabrito Dourado". 

Coordenado pelos produtores Thiago Rocha e Wllyssys Wolfgang, com a WW Filmes, o projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

OFICINAS GRATUITAS – Durante o festival,  também serão realizadas, gratuitamente, 7 oficinas de audiovisual com temas como "Trilha Sonora", "Direção de Fotografia", "Roteiro Audiovisual" entre outros. As aulas serão ministradas virtualmente, devido aos protocolos de saúde do estado da Bahia. 

CONTRAPARTIDA SOCIAL – Além de fazer o apelo pela preservação do bioma da Caatinga, único no mundo, o festival também está mobilizando doações de equipamentos usados de informática para jovens em vulnerabilidade social pertencentes à zona rural de Casa Nova (BA) e periferia de Petrolina (PE).  

Ascom

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.