RedeGN - Imprimir Matéria

Cesol-SSF realiza atendimento técnico a empreendimentos da Economia Solidária de Canudos-BA

21 de Jan / 2021 às 08h00 | Variadas

As atividades começaram bem cedinho, na manhã da última segunda-feira (18) para a equipe técnica do Centro Público de Economia Solidária Sertão do São Francisco (CESOL-SSF), projeto vinculado à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia (SETRE).

Com o despontar do sol em Juazeiro, o grupo seguiu para Canudos, em uma viagem que durou em média três horas. A equipe técnica composta por três agentes socioprodutivos e a coordenadora do projeto Aline Craveiro, atendeu seis empreendimentos da comunidade do Raso com o propósito de identificar dificuldades e sugerir melhorias nos produtos.

Entre um grupo e outro a equipe atendeu o Arara Arte. O empreendimento trabalha com a produção manual de bolsas, porta chaves e jarros decorativos e usa como matéria prima a fibra de bananeira.

O trabalho chama a atenção pela beleza e riqueza nos detalhes, produzido pelas mãos ágeis das artesãs Lúcia Maria de Jesus e Tereza Maria de Jesus. A equipe realizou o atendimento, apresentando sugestões de melhorias para a produção do grupo. O projeto teve início na comunidade com 4 pessoas, com o propósito de criar uma nova alternativa de renda para as famílias, visando como público alvo os turistas que visitam o Raso.

O amor pela arte da produção faz Lúcia Maria ver o trançado de bananeira como uma terapia. De acordo com a artesã, com a pandemia, a venda dos produtos caíram devido a redução do número de turistas na comunidade. Com a possibilidade de vacinação contra o coronavírus, a situação muda de ótica e as artesãs apostam na retomada das vendas dos produtos e destacaram a importância do atendimento realizado pela equipe do Cesol-SSF no processo de melhoria dos produtos.

"É muito bom o incentivo que o Cesol traz para gente, principalmente na divulgação do nosso trabalho", destacou Lúcia Maria.

TEMPEROS E DOCES MARIA DO RASO- Seguindo pelas trilhas do Raso, a equipe atendeu o grupo Temperos e Doces Maria do Raso. Maria Alves da Silva é muito conhecida na comunidade por dominar a arte de cozinhar alimentos que encantam o paladar de turistas de todo o mundo. É impossível saborear o tempero caseiro da cozinheira e não querer uma reprise do seu amor e cuidado com os alimentos.

A residência de Dona Maria recebe turistas, pesquisadores e voluntários do mundo todo, pessoas que tem interesse em conhecer as artes, a cultura e as tradições da comunidade do Raso.

E foi durante uma visita de trabalho, finalizado com um delicioso almoço que a equipe técnica do Cesol conheceu Dona Maria. Ela produz doces e temperos caseiros que combinam com tudo. No início da pandemia, por meio do atendimento remoto, a equipe orientou o grupo familiar a usar uma nova embalagem e rótulo com informações adequadas para os temperos caseiros.

O novo visual agradou a clientela e segundo dona Maria, ajudou a dar mais visibilidade ao produto e a aumentar as vendas na comunidade e até em outras cidades do Estado. "A equipe do Cesol é muito atenciosa com a gente", destacou dona Maria

FORTE SEVERINA - O nome do grupo já fala por si. Forte Severina é um empreendimento do Raso, composto por mulheres da comunidade, que faz parte do Projeto Canudos e que contribui para o desenvolvimento do local. O trabalho que está sendo realizado há um ano, tem proporcionado o empoderamento financeiro de mulheres e durante o período de pandemia, suas atividades foram essenciais para as famílias.

O Cesol é um importante parceiro do grupo e nos últimos atendimentos, buscou estabelecer uma parceria entre os empreendimentos de Economia Solidária Toque de Zabumba Confecções de Uauá e Forte Severina.  A proposta é que os dois grupos possam trabalhar com a confecção de camisas personalizadas com desenhos e vivências do Sertão, produzidas pelo artista plástico Gildemar Sena. O Forte Severina trabalharia com a confecção das camisas e Toque de Zabumba, com a produção dos desenhos.  

Ainda no Raso, a equipe atendeu também os grupos Mulheres Adoçando a Vida, Tecendo Sonhos e Turismo de Base Comunitária e encerrou o dia de trabalho pegando a estrada com um belo entardecer, sob o pôr-do-sol do Sertão.

Ascom Cesol-SSF

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.