RedeGN - Imprimir Matéria

"Não estarei no palanque dele", diz Secretário sobre eventual candidatura de Fernando Bezerra Coelho

08 de Jan / 2021 às 08h00 | Política

Ligado ao MDB, o secretário de Segurança do Recife, Murilo Cavalcanti, afirma não concordar com a forma que o senador Fernando Bezerra Coelho vem fazendo política.

Desenhado um cenário, onde possivelmente o líder do governo Bolsonaro no Senado Federal apareça como candidato a governador de Pernambuco em 2022, Cavalcanti tece críticas ao correligionário e é contundente ao dizer que não subirá em um eventual palanque do correligionário. 

“Eu particularmente, não tenho nenhuma simpatia pela forma que o senador Fernando Bezerra faz política, não estarei no palanque dele se porventura ele for candidato a governador de Pernambuco em 2022, faço parte hoje da Frente Popular de Pernambuco e não vejo motivo, pelo menos agora, para a gente deixar a coligação onde estamos sendo muito bem tratados pelo prefeito João Campos, governador Paulo Câmara, e eu acho que a tendência é a gente continuar aliado da Frente Popular de Pernambuco em 2022”, disse.

Uma das críticas feitas por Murilo ao senador, é a sua posição de líder do governo Bolsonaro, de quem o secretário é crítico ferrenho. Na avaliação de Cavalcanti, o governo Bolsonaro tem errado na condução da pauta de segurança pública ao estimular o porte e posse de armas de fogo pela sociedade civil. 

“O governo fica estimulando as milicias, o governo fica estimulando as pessoas portarem armas sem nenhum critério, eu acho que isso é ruim. O governo já dava direito a posse de arma de fogo em residências e fazendas, mas agora o presidente até zerou impostos para importação da arma de fogo, e a gente sabe onde vai dar isso”, declarou.

Folha Pernambuco

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.