RedeGN - Imprimir Matéria

Prefeito de Juazeiro confirma restrições de abertura do comércio e toque de recolher até o dia 12 de Julho. Confira

30 de Jun / 2020 às 12h06 | Coronavírus

Em coletiva realizada na manhã desta terça-feira, dia 30, o prefeito Paulo Bomfim detalhou novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus em Juazeiro, como mais testagens nos bairros, comentou sobre a prorrogação do decreto de fechamento do comércio e mais uma vez pediu a compreensão da população neste momento.

O prefeito confirmou a ampliação das medidas de restrição em Juazeiro, com fechamento mais rígido e toque de recolher até o dia 12 de julho. Segundo Bomfim, não adianta os esforços do poder público no combate, sem o apoio da população e reiterou que as pessoas só saiam de casa, se for estritamente necessário:

"Se sairmos aqui na porta da prefeitura, a quantidade de pessoas que tem nas ruas, chega a deixar a gente triste" disse ele que ainda comentou receio da cidade precisar fazer o lockdown: "Se for necessário, nós iremos fazer, a base central é a gente proteger a vida das pessoas".

Sobre o comércio, Paulo Bomfim chegou a dizer que é difícil o controle já que Juazeiro é grande e não tem como estar nos quatro cantos da cidade ao mesmo tempo e de acordo com o prefeito, tem comerciantes com entradas secretas permitindo a circulação de pessoas e isso só complica a situação e atrasa a possibilidade de abertura mais cedo. 

Bomfim fez questão de lembrar o que o governador Rui Costa disse ontem(29) em visita à Juazeiro: “Quanto mais eficiente for o fechamento esta semana, maior a chance da próxima semana a gente repensar. Quanto menos eficiente for, mais semanas serão necessárias com o comércio fechado”.

Sobre novos leitos, o prefeito Paulo Bomfim confirmou a informação que a cidade está recebendo agora 10 leitos de UTI na pró-Matre, e anunciou mais 24 leitos para o Hospital Regional entre final de julho e começo de agosto.

Questionado pelo jornalista Geraldo José sobre a possibilidade de um Lockdown e se houve falha nas ações da prefeitura o prefeito Paulo Bomfim disse que “os números mostram que fizemos a coisa certa para segurar os casos aqui. Não tínhamos testes rápidos de estoque no início, foi uma coisa nova e tomamos nossas providências para testagem em massa. Se for necessário decretaremos o lockdown para proteger vidas faremos”, informou.

Em relação ao presídio, a Secretaria de Saúde, Fabíola Ribeiro, disse que a responsabilidade sobre a unidade é do governo do estado, que não há como fazer uma testagem total dos presos, mas já se colocou à disposição da direção para fazer testagens pontuais e atender outras demandas que se façam necessárias.

Durante a coletiva o prefeito Paulo Bomfim informou que até o dia 12 novas avaliações serão feitas, e que baseado em dados que apontem uma melhora na situação do Covid-19, novas medidas serão anunciadas, com ampliando o prazos de restrição ou flexibilizando mais uma vez.

Da redação redeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2020. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.