RedeGN - Imprimir Matéria

Prefeitura de Curaçá confirma primeiro caso de Coronavírus

16 de Apr / 2020 às 15h56 | Coronavírus

A Secretaria de Saúde de Curaçá, Bahia,  informou que foi confirmado nesta quinta-feira (16), o primeiro caso de coronavírus no município.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, no município são 07 casos notificados. A recomendação é para que as pessoas fiquem em casa e continuem seguindo todas as orientações de distanciamento social.

O prefeito de Curaçá, Pedro Oliveira, assinou decreto ontem quarta-feira (15) reduzindo seu salário, dos secretários municipais e demais cargos comissionados, em 20%, revertendo esses valores para compra de cestas básicas que serão direcionadas a famílias que estão em situação de vulnerabilidade no município, em função do isolamento social por conta do coronavírus.

Na justificativa o decreto “estabelece novas medidas administrativas para o controle da despesa pública com folha de pagamento dos servidores municipais, decorrentes de medidas de enfrentamento ao Covid-19”.

“O decreto determina que os valores que serão reduzidos dos nossos salários sejam convertidos em cestas básicas, a Secretaria de Desenvolvimento Social já tem o cadastramento dessas pessoas mais vulneráveis, esse recurso vai ser comprado de cestas básicas e repassado para essas famílias, já que podem estar passando por alguma dificuldade”, explicou Pedro Oliveira.

De acordo com o prefeito, "a Secretaria de Desenvolvimento Social já vem fazendo um trabalho com famílias em situação de vulnerabilidade e esses valores irão complementar esse trabalho social", informou.

“Estamos mobilizados nessa frente de combate ao Covid-19, protegendo nossa população, convocando as pessoas a ficarem em casa, evitando o máximo as saídas e orientando sobre procedimentos de higienização para que possamos sair em breve desse isolamento social mais rígido”, finalizou Pedro Oliveira. 

Redação redeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.