RedeGN - Osvaldo Coelho: “A minha proposta é transformar essa região numa Califórnia”

Osvaldo Coelho: “A minha proposta é transformar essa região numa Califórnia”

 
O candidato a deputado Federal, Osvaldo Coelho, participou de uma entrevista na manhã desta quinta-feira (02), no programa da radialista Néia Gonçalves, Nossa Voz, na rádio Grande Rio FM. Na ocasião, o candidato apresentou os projetos que pretende dar andamento, caso seja eleito, e relatou sobre suas ações desenvolvidas quando deputado federal. Quando questionado sobre suas propostas para a região, Osvaldo Coelho salientou seu interesse em dar continuidade a projetos que atualmente encontram-se parados.
 
“Eu sinto que posso ser útil ao município e a região. A minha proposta é tirar do papel os projetos de grande interesse regional, entre eles o Pontal, Canal do Sertão e o Pedra Grande. Em Rajada, distrito de Petrolina, vai surgir um pólo de irrigação de 80 mil hectares. Esse projeto, Canal do Sertão, já possui um pacto entre o governo federal e o governo do estado, que não foi cobrado agora, mas é um acordo que existe, será cobrado e irá acontecer”, ressaltou.

Outro assunto abordado durante a entrevista, diz respeito as criticas sobre seu discurso, que trazem a irrigação em primeiro plano. Em resposta, Osvaldo enfatizou que quando deputado teve grande contribuição na educação e na implantação de açudes na região. “A Univasf, a UPE e a Facape, foram geradas pelo meu grupo. Os CEFET´s que vieram para Petrolina também. Então não falamos e nem contribuímos somente para a irrigação, mas demos uma contribuição imensa na educação. Toda a rede de açudes feitos no município é de responsabilidade nossa. Quase toda a eletrificação rural também. Nos últimos oito anos a irrigação foi parada e não se teve nenhuma novidade em relação à educação”, informou.

Osvaldo Coelho também ressaltou sua opinião sobre a publicação recente na revista Veja, que coloca Petrolina entre as 20 melhores cidades do Brasil. O candidato lembrou que o município pode crescer muito mais. “Eu imagino Petrolina, o complemento das áreas que vão formar da região, partindo daqui, uma Califórnia. Para Petrolina chegar a essa posição, o que fez o outro lado? Nós trouxemos a educação, a geração de renda, a estrutura de transporte terrestre e aéreo”, falou.

O candidato finalizou, enfatizando que o Brasil ainda está engatinhando, no que se refere à irrigação. E que a região do semi-árido tem todas as possibilidades de desenvolvimento e crescimento, com a implantação de mais projetos irrigados, assim como acontece em outros países.