RedeGN - Artigo: A praça do Jacaré de volta!

Artigo: A praça do Jacaré de volta!

Aprígio Duarte foi um dos grandes prefeitos de Juazeiro. Praticamente construiu a maior parte do nosso "cais" (hoje, para ser uma noite luminosa, vamos esquecer os "canos").

Mas, a praça Aprígio Duarte, quase ninguém conhece, o "Jacaré" engoliu nossa história. Nem mesmo a luminosa fonte, com os seus cogumelos musicais, sobreviveu. Praça Aprígio Duarte, "praça da fonte luminosa"...tudo virou praça do "Jacaré". Esqueceram até um grande "cágado" ou "jabuti importado das ilhas "galápagos".

Lembro da sua inauguração, primeira gestão de Américo Tanuri, foi uma noite estonteante e lotada de gente. A "Primavera" vendeu todas "as bramas", foi pouco depois da chegada da energia de Paulo Afonso e só ficou o sabor saudade de uma cerveja gelada na geladeira de querosene jacaré" ...ficamos depois todos "ki sabor". Os cogumelos musicais tocavam Beethoven, Mozart, Vivaldi, Choppin... depois convencemos seu "Santinho'" a colocar "Novos baianos" e João Gilberto" mas, o gravador da Fonte enrolou a fita "cassette".

Lembro também de uma reinauguração já no tempo de Jorge Khoury nos anos 80 (fiz até um texto para o "Rivale" dirigido por seu Ermi  Ferrari, revisto por "Feluca"  e ganhei elogios de um dos nossos maiores  filósofos: Ubaldo Marques.

Pois é, não adianta fazer história em Juazeiro e ganhar nome de praça ou rua..."Praça do boi", "do índio ", da Mônica ", "' do jacaré "..(é melhor que o "monumento da besteira na vizinha").

Além de muita coisa, Juazeiro precisa de praças arborizadas e bonitas é um "make up" necessário.

A prefeita Suzana, reinaugura a praça Aprígio Duarte hoje, só hoje. amanhã ela será  eterna do "jacaré " que tinha se mudado para "lagoa de Calú " até virou "jacaré do iptu" mas voltou impávido, "verdinho em folha" 

Juazeiro é maior como "Santiago" na praça Cordeiro de Miranda...é só ouvir e olhar um pouco mais para si mesma, lá dentro da "Estrela azulada "

Maurício Dias - Cantor-compositor-poeta

Espaço Leitor