RedeGN - Artigo - Amigo é coisa para se guardar

Artigo - Amigo é coisa para se guardar

A amizade é sem dúvida uma das principais relações afetivas entre os humanos; um sentimento de apreço, afeição, respeito e consideração mútua.

Ser amigo é ser parceiro de verdade, é ser aquele que mesmo longe está sempre presente, que comunga tristeza e prega constantemente a alegria. Amigo se quer bem, cuida, se preocupa e compartilha felicidade, estando próximo durante a tempestade e na bonança.

Ledo engano achar que 'não se faz mais amigos como antigamente'. Em um mundo conturbado em que se vive atualmente, onde as pessoas não confiam e vivem em intensa disputa por espaços, fica realmente difícil acreditar, mas maior que as desconfianças e as disputas está a sensibilidade de um amigo.

O ditado popular 'mas vale um amigo na praça do que dinheiro no bolso" é talvez o mais verdadeiro que exista. Um abraço, um aperto de mão e uma palavra amiga não se encontram para `comprar. A amizade é um bem inestimável e tem o poder até mesmo de cura, ela é vida. Quem nunca precisou de um ombro amigo 'suspenda as mãos'.

Saber que pode contar com alguém quando mais precisa é uma espécie de conforto para a alma, 'um elixir' que impulsiona ternura e gratidão e que faz toda a diferença na vida. Assim como se colocar à disposição quando o semelhante mais precisa é um ato sublime, uma clara demonstração de que a humanidade existe e só depende de como é vista e tratada pelos humanos.

Amizade é reciprocidade sem a existência de vaidade, ciúme, inveja e avareza. É uma conquista de confiança e consideração, uma construção erguida com a mais pura e sincera base de cuidado e respeito.

"Amigo é coisa para se guardar

No lado esquerdo do peito

Mesmo que o tempo e a distância digam "não"

Mesmo esquecendo a canção

O que importa é ouvir

A voz que vem do coração"  -  Canção da América (Milton Nascimento)

Ofereço este texto a todos os meus amigos de verdade.

Por Gervásio Lima