RedeGN - Manifestantes pró-Bolsonaro tentam invadir Ministério da Saúde

Manifestantes pró-Bolsonaro tentam invadir Ministério da Saúde

Um servidor do Ministério da Saúde e cinegrafistas da Record e do SBT foram perseguidos por manifestantes pró-Bolsonaro, que tentaram invadir o prédio atrás deles. Ninguém se machucou, mas o equipamento da Record só foi recuperado porque um pedestre o resgatou no meio dos manifestantes e levou até a repórter da emissora, que estava protegida dentro do prédio.

A equipe do SBT e o servidor também conseguiram se proteger, mas os cinegrafistas da Record não. Eles tiveram que correr para o carro e ir embora. De acordo com seguranças da Saúde e equipes de jornalismo, que estavam no local, a ação foi muito rápida.

Às 10h30, na lateral do prédio, o servidor estava chegando para trabalhar. Como a Esplanada dos Ministérios está tomada pelos manifestantes, o único caminho é passando por eles. Em algum momento, o funcionário da Saúde fez um comentário, que irritou os manifestantes. Eles o encurralaram.

Para tentar se proteger, o servidor começou a se encaminhar para a porta do ministério. Os cinegrafistas, então, fizeram imagens da agressão. O foco dos manifestantes passou a ser também os cinegrafistas, que correram na direção da porta do ministério.

Os seguranças do ministério trancaram a porta para evitar invasão, mas abriu uma fresta para a imprensa e o servidor se abrigarem dentro. Apenas o servidor e o cinegrafista do SBT conseguiram entrar. Nesse momento, os manifestantes forçaram a porta para invadirem o ministério.

Já uma outra frente perseguiu a equipe da Record, que ficou para fora. A Polícia Militar do Distrito Federal foi chamada.

“A PMDF foi acionada para verificar uma situação envolvendo jornalistas e manifestantes. Quando chegamos no local, a situação foi resolvida”, relata a nota oficial.

As imagens do portal Metrópoles mostram três momentos: dois dos servidores conseguindo se abrigar dentro do Ministério da Saúde e uma dos manifestantes perseguindo a equipe da Record. As imagens foram feitas de dentro do prédio.

A reportagem da CNN chegou ao local um pouco depois e só conseguiu entrar no prédio com a ajuda da Polícia Militar.

Em nota, o Ministério da Saúde informou que, “na manhã desta quarta-feira (8), alguns manifestantes tentaram entrar no edifício-sede da pasta. A situação foi rapidamente contida pelos seguranças do prédio. Cabe esclarecer que não houve feridos”.

CNN / foto: reprodução