RedeGN - Empresa mineradora se manifesta após denúncia de acidente envolvendo caminhão que deixou uma pessoa ferida em Sento Sé

Empresa mineradora se manifesta após denúncia de acidente envolvendo caminhão que deixou uma pessoa ferida em Sento Sé

A empresa Tombador Iron Mineração se manifestou publicamente após a Comissão Pastoral da Terra (CPT) de Juazeiro informar, na semana passada, que trabalhadores/as de uma empresa de fruticultura, que moram na comunidade Andorinhas, em Sento Sé-BA, estavam retornando para suas casas quando foram surpreendidos com pedras atingindo o veículo que estavam. As pedras se soltaram de uma carreta que realiza o transporte de minério de ferro da Tombador Iron Mineração, empresa localizada na Serra da Bicuda, próxima a diversas comunidades ribeirinhas e o Lago de Sobradinho, disse a CPT na ocasião.

O acidente aconteceu na BA 210, próximo à sede do município. O para-brisa do carro ficou totalmente estilhaçado e um jovem sofreu ferimentos no braço, tendo arranhões leves, informou a CPT, complementando ainda que "Esse não é o primeiro acidente que acontece, há relato de outro morador local, que também teve seu veículo atingido há cerca de dois meses, e até hoje espera ser ressarcido pelo prejuízo no carro".

Em resposta, a Tombador Iron Mineração informou que, tão logo tomou conhecimento do acidente, "imediamente abriu procedimento interno para averiguação", e ressaltou nem a empresa, nem as empresas transportadoras foram procuradas para registro de qualquer de reclamação envolvendo seus veículos. A empresa lamentou a situação e disse ainda se colocar à disposição para esclarecimentos necessários [veja a íntegra da nota abaixo].

A empresa divulgou ainda dois comunicados, um direcionado aos motoristas e outro à população usuária da BA-210, alertando para a necessidade de se ter atenção ao transitar na referida região.

Ainda sobre a atuação da Mineradora no local, a CPT disse que "No final do mês de maio, as comunidades do entorno da Serra da Bicuda divulgaram uma carta-denúncia manifestando preocupação com o intenso fluxo das carretas bitrens que realizam o transporte do minério de ferro da Tombador Iron. Na carta, as comunidades destacavam a velocidade desses veículos, as dificuldades no trânsito provocadas pela poeira e o provável aumento dos acidentes na estrada".

Da Redação RedeGN / foto: arquivo/CPT