RedeGN - Lula reafirma que 'vai regular meios de comunicação' do Brasil, caso seja eleito presidente em 2022

Lula reafirma que 'vai regular meios de comunicação' do Brasil, caso seja eleito presidente em 2022

Em visita a Bahia, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou que vai regular os meios de comunicação do Brasil, caso seja eleito presidente da República em 2022. Questionado por José Eduardo, durante entrevista na Rádio Metropolo sobre o tema, Lula justificou o motivo da proposta considerada complexa.

"A regulmanetação dos meios de comnunicação é do tempo que a gente conversava por carta, de 1962, qual regulação que houve? Precisamos regulamentar os meios de comunicação, importante que tenha mais programas regionais. As vezes fico nervoso porque o povo no Nordeste é obrigado a ver o que nós de São Paulo, Rio de Janeiro vejam. Que tenha mais regionalização, ter mais notícia do estado, mais cultura e arte do estado na televisão, tentar ser mais plural", ponderou.

Lula defendeu também que a TV e o Rádio devem ser mais plural e programas regionalizados. "Isto tem que ser mais democratizado. Devemos regulamentar para que os pequenos, rádios no interior devem ter mais espaços e não só os grandes meios de comunicação".

Lula disse que "não pode ter nove famílias" comandando as emissoras do País. "Quando chegamos na Presidência tinha, 348 meios de comunicação que ganhava dinheiro, chegamos a quatro mil. É você criar condição de uma rádio no pequeno interior para que receba o minímo de auxílio", finalizou.

 

redação redeGN com informações Rádio Metropoles Foto arquivo Ricardo Stucker