RedeGN - Articulação Semiárido promove Mobilização Nacional em Defesa do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) - Defenda a Alimentação Escolar

Articulação Semiárido promove Mobilização Nacional em Defesa do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) - Defenda a Alimentação Escolar

A Articulação Semiárido Brasileiro (ASA Brasil) se soma a diversos movimentos e organizações sociais brasileiras no ato público "Mobilização Nacional em Defesa do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) - Defenda a Alimentação Escolar". 

O Pnae, que possui reconhecimento internacional, transformou a alimentação escolar, garantindo comida saudável, no prato de milhares de estudantes.

Neste momento, o Programa está ameaçado por uma série de Projetos de Lei em trâmite no Congresso Nacional, que, se aprovados, podem o desconfigurar e comprometer a sua efetividade e o seu caráter democrático. Para o Semiárido, o Pnae tem um papel relevante tanto em relação à garantia de alimento saudável para as crianças da região, quanto para a geração de renda às famílias agricultoras. 

Participe, defenda a alimentação escolar saudável e a geração de renda para as famílias da agricultura familiar do Semiárido e de todo o Brasil, defenda o Pnae!

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é uma política pública fundamental para a promoção da segurança alimentar e nutricional, reconhecida internacionalmente por garantir comida saudável no prato de milhões de estudantes em todo o Brasil.

Porém, esse direito está em risco! Há Projetos de Lei (PLs) tramitando no Congresso Nacional, que tentam, a todo custo, desconfigurar o PNAE e suas diretrizes. Esses projetos comprometem a autonomia dos estados e municípios, dos/as nutricionistas responsáveis técnicos/as e retiram de cena protagonistas importantes como indígenas, quilombolas e assentados/as da reforma agrária.

Essas medidas tornam o PNAE vulnerável aos múltiplos interesses de grandes produtores e indústrias de alimentos e ferem frontalmente a garantia da alimentação saudável e adequada, que respeita a cultura, as tradições e os hábitos alimentares saudáveis. Por isso, não aceitamos votações que não atendam aos interesses dos/das estudantes e da agricultura familiar e camponesa.

Redação redeGN