RedeGN - Bolsonaro ironiza Renan Calheiros e sugere CPI do leite condensado

Bolsonaro ironiza Renan Calheiros e sugere CPI do leite condensado

O presidente Jair Bolsonaro ironizou nesta quarta-feira (12/5) a Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) da covid-19. Ao relator da CPI, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), o mandatário sugeriu que seja criada também uma "CPI do leite condensado".

O chefe do Executivo reclamou sobre declaração de Calheiros, que afirmou que a investigação sobre desvios de verbas de estados poderá ser feita "se houver necessidade", mas que não é objetivo inicial da comissão.

"Vocês viram o Renan Calheiros essa semana? A CPI não existe para investigar desvio de recurso. Vou dar uma sugestão para o Renan: depois faça a CPI do leite condensado", apontou rindo.

Bolsonaro também voltou a negar a existência de um orçamento secreto revelado pelo Estado de S. Paulo. "E tem mais uma também, do 'orçamento secreto'. O parlamento votou o orçamento, meses, eu sancionei, tem lá R$ 3 bilhões secretamente".

A um apoiador que pediu informações sobre a repatriação dos bens do ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva, ele se limitou a dizer que o político "continua criminoso". "Ele não está inocentado, foi anulado o processo. Ele continua criminoso. A imprensa está com eles".

Por fim, o mandatário afirmou que deverá comparecer às duas manifestações programadas para este final de semana, no dia 15.

Correio Braziliense