RedeGN - Ministério da Justiça registra 53 prisões de eleitores até as 15h durante o 2º turno das eleições

Ministério da Justiça registra 53 prisões de eleitores até as 15h durante o 2º turno das eleições

De acordo com informações do Ministério da Justiça e Segurança Pública, até por volta das 15h deste domingo (29), 53 eleitores foram presos ou conduzidos a delegacias devido a crimes relacionados às eleições, neste dia de votação em segundo turno.

Ainda de acordo com o ministério, foram apreendidos R$ 16.382 em dinheiro, além de 1.050 itens de material de campanha e seis veículos. Houve ainda registro de 42 indicações de desinformação sobre o processo eleitoral.

Três inquéritos tinham sido abertos até a divulgação do boletim. No total, foram 254 ocorrências desde a meia-noite deste domingo. Os casos são os seguintes:

Crimes comuns – cinco ocorrências

1 caso de ameaça;
1 caso de vias de fato;
1 caso de porte ilegal de arma de fogo;
1 caso de lesão corporal;
1 caso de furto.
Crimes eleitorais – 197 ocorrências

52 casos de boca de urna;
8 casos de compra de votos;
4 casos de concentração de eleitores;
94 casos de desobediência às ordens da Justiça Eleitoral;
35 casos de desordem que prejudique os trabalhos eleitorais;
1 caso de falsidade ideológica,
1 caso de fatos e imputações inverídicas (fake News);
1 caso de impedimento ou embaraço ao exercício do voto;
1 caso de transporte de eleitores.

Desinformação – 42 ocorrências

42 casos de indicação de desinformação (transmissão de informação falsa para o eleitor) sobre o processo eleitoral.
Incidentes no entorno dos locais de votação – 10 ocorrências

3 atendimentos de urgência e emergência;
4 bloqueios de via;
2 casos de falta de energia;
1 manifestação.

A operação conta com 95.661 agentes das polícias civil e militar nos estados, além de policiais federais e agentes de trânsito.

Acompanhe aqui o resultado da eleição no município do seu interesse:

Da redação redeGN/ Com informações do G1