RedeGN - Espaço do Leitor

Outros Destaques

Política

Espaço do Leitor

A MIOPIA DO ASSESSOR

Amigo Geraldo, 

Muitas vezes gostaria que minha alma fosse menos emocional, todavia nao me contenho, sou Juazeiro.

Li e admirei o conteúdo das reflexões exibidas a tinta e papel pelo ilustre Coronel Geraldo, aliás o mesmo Coronel que com a experiência de um militar, a astúcia de um jornalista e a visão de um bacharel em direito, enxergou em 2008 que Juazeiro precisava embarcar no conto da mudança, mesmo que fosse uma mudança enfeitada pelos marqueteiros de plantão, que estranhamente, são tomados por uma miopia de conveniência e perniciosa para juazeiro...

O JOÃO PAULO II TAMBÉM É CULTURA

Prezado Geraldo,

Aqui nesta mini cidade chamada João Paulo II, temos uma Banda de Pop Rock que começa a cair no gosto popular conhecida como a “Sonora”. Segue um pouco da história dessa excelente banda e gostaria que se possível fosse postada no seu blog.

Em breve estarei te encaminhado um CD...

ESPAÇO DO LEITOR: "CUIDADO COM A VIDA‏!"

Geraldo,

Vou falar de dois assuntos distintos acontecidos nos últimos dias, porém tem um fio em comum: "O cuidado com a vida"...

"Antes de que se afogue, vamos salvar o Saldanha Marinho"

A primeira embarcação a navegar no Rio São Francisco, no norte da Bahia, está abandonada e sendo destruída por vândalos e pela falta de manutenção. O vapor Saldanha Marinho, mais conhecido como Vaporzinho, transportava cargas e fez parte do progresso das cidades ribeirinhas da região.

Na década de 70, o vapor parou de navegar e ficou ancorado definitivamente, mas não na água, e sim em terra firme. A embarcação se transformou em monumento instalado em uma praça no centro de Juazeiro e em 2007 mudou de lugar. Foi construído o memorial do “velho chico” e, desde então, o vaporzinho está na orla nova de Juazeiro. Mas a situação atual do ponto turístico não é boa...

“Boas Práticas e “Servidor Cidadão” têm inscrições prorrogadas

A pedido dos servidores, as inscrições para os prêmios “Boas Práticas” e “Servidor Cidadão” foram prorrogadas até o dia 31 de julho. As premiações variam entre R$ 1.000,00 e R$ 10.000,00, totalizando R$ 74 mil a serem entregues aos vencedores. Podem participar os servidores dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública.

Para disputar o prêmio “Boas Práticas”, os candidatos devem desenvolver ações que promovam ambientes de trabalho decentes, estimulem a criatividade, a produtividade, a eficiência, a economicidade e a melhoria da qualidade do serviço público. Já o Prêmio “Servidor Cidadão” é dirigido às iniciativas pessoais de interesse social e comunitário de caráter voluntário, de utilidade pública e sem fins lucrativos, no âmbito do estado da Bahia...

COMUNIDADE DO TANCREDO NEVES DENUNCIA ESTACIONAMENTO PÚBLICO OCUPADO POR CASA DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

Caro Geraldo,

Vi recentemente na TV São Francisco entrevista do Gerente do Código de Postura do Município falando da retirada de um bar no Alto do Cruzeiro porque pegava uma parte da calçada, nós aqui no Bairro Tancredo Neves temos é um estacionamento com aproximadamente 1.600 m2 tomado por uma casa de materiais de construção e nada fazem. Porque não tomam providências? Temem o que?..

LEITOR EMITE PONTO DE VISTA SOBRE AS FILAS NOS CARTÓRIOS DE JUAZEIRO

O blog recebeu email de um leitor sobre matéria veiculada em uma emissora de TV abordando as longas filas nos cartórios de Juazeiro. Confira:                                   

Com relação a mais um capítulo das filas nos cartórios em reportagem de uma TV local exibida recentemente, gostaria de fazer a seguinte reflexão: A maioria sabe que o problema é estrutural, ou seja, falta de pessoal e estrutura física que contribuem para as longas filas...

Fotos de aqruivo do blog

TERREMOTO NO “PSEUDO GOVERNO DA MUDANÇA”

Já se iniciou o abalo sísmico, lúrido e tenebroso nas hostes municipais. A erupção é horrível e o epicentro, o maior na escala Richter, chama-se Dr. Márcio Jandir Silva Soares, tendo sido ele o eixo central e principal articulador do “Governo da Mudança”, candidato pelo PC do B.

Sua consciência de liberdade rompeu a muralha egoísta do Poder Municipal, noticiando aos quatro ventos sua pretensão em se candidatar a Prefeito de Juazeiro. A rebelião democrática tem computado apoio interno e externo. Porém, acredita-se para evitar maior impacto que o prefeiturável irá agasalhar-se em outra sigla partidária menos desgastada...

LEITOR DIZ QUE SOBRADINHO TEM UMA DAS PIORES CÂMARAS DE VEREADORES DA BAHIA

Qual é o verdadeiro papel de um vereador? Cabe ao vereador, mostrar os problemas da comunidade e buscar providências junto aos órgãos competentes. Mas não é só isso. Cabe-lhe também a função de fiscalizar as contas do Poder Executivo Municipal e do próprio Legislativo.

Um dos pré-requisitos básicos da democracia é a existência de um Poder Legislativo forte e realmente independente. Sem isso, a democracia é deficiente, capenga. No Brasil, apesar das leis falarem claramente em “poderes independentes e harmônicos entre si”, ainda falta muito para que isso vire realidade, em Sobradinho nem se fala...

LEITOR COMEMORA INÍCIO DAS OBRAS DO JUÁ SHOPPING

Apaixonado por Juazeiro e por esta razão fiel torcedor pelo seu desenvolvimento e crescimento, o leitor Harisson Feeling está sempre atento aos fatos que engrandecem a cidade. Em email ao blog ele comemora a movimentação inicial que sinaliza a construção do Juá Shopping em Juazeiro. Confira o email:..

Quem prestará contas ao meu coração?

Vivo em momento de tormentos, vivo um tempo de crimes, vivo entre as feras que devoram a honra dos homens.

Não pedirei licença a orda dos meus algozes para soltar o grito preso na minha garganta, pela esperança, pelos sonhos, pelo futuro; pela caminhada do meu povo contra as muralhas do poder...

Vasos quebrados para o Ministro da Integração (Dez anos do Comitê de Bacia do São Francisco)

Roberto Malvezzi (Gogó)

Quando um grupo de mulheres atravessou a plenária com vasos de água e flores, postou-se diante da mesa da plenária do Comitê de Bacia do São Francisco, diante dos olhos interrogantes da mesa e do ministro Fernando Coelho, toda a platéia acompanhava a bela cena com olhos atentos...

O AMOR DE JOAQUIM

Oi Geraldo José,

Envio ao prestigiado Blog esse texto um pouco ao largo dos anteriores. Nem por isso menos intrigante, sério, anárquico, analítico, só que do ponto de vista acima do político e cientifico: a filosofia do amor, do viver, da fé e da morte.

Este conto inédito faz parte do meu livro ENQUANTO A NOITE MORDIA O DIA... A ser lançado no mega evento DELÍCIA DE ABACAXI, o que acontecerá em breve...

APÓS MUTIRÃO, MORADOR DIZ QUE O CASTELO BRANCO "ESTÁ MAIS ELEGANTE"

O leitor João Gilberto Amorim dos Santos em email ao blog fez questão de reconhecer ação da Prefeitura de Juazeiro que deixou o bairro Castelo Branco, limpo e mais agradável de viver. Confira:

Aleluia, aleluia e aleluia. Graças a Deus, Geraldo, o mutirão de limpeza, capina e pintura de meio-fio deu um toque mais elegante ao bairro. Quero agradecer ao nosso presidente José Carlos (Cacai dos Correios) pela sua luta e perseverança na peregrinação de todos os dias está lá nas secretarias tentando viabilizar toda essa obra...

Fotos Ilustrativas

EU PENSO ASSIM...REFORMA DO ESTÁDIO

EU PENSO ASSIM...

Herbet Mouze                                                                                    

..

PONTE NA CHINA X PONTE EM JUAZEIRO

Caro Geraldo, 

Vendo a foto postada em seu blog referente à construção de uma ponte na China, vieram a mim alguns pensamentos...

FESTA DO VAQUEIRO E A IMPRESSÃO DE UM TURISTA

Bom dia Geraldo,

Fui pela primeira vez conhecer a Festa do Vaqueiro em Curaçá, e fiquei com muitas impressões positivas e algumas negativas. Achei muito interessante a força da cultura local. A cidade se transforma, muita gente na rua, muita comida e bebida na maioria das casas, que vale salientar, estavam sempre de portas abertas, e os vaqueiros, uma atração à parte.

A Missa do Vaqueiro também impressiona aqueles que nunca viram a aglomeração de vaqueiros e populares em torno de um Altar. Enfim, a festa é muito bela, o curaçaense é um povo muito receptivo, mas também enxerguei algumas coisas que não vi com bons olhos.

De início, a festa que é paga, cobrava valores muito altos na minha opinião, principalmente em relação ao porte da cidade. Acho demasiado R$ 25,00 a R$ 30,00 num evento promovido pela Prefeitura, num contexto onde reina o povo humilde e de menor renda. Sem contar que dentro da festa, você ainda tem que pagar R$ 10,00 para ter direito a uma mesa, independente de sua consumação. Como se já não bastasse, cerveja cara, refrigerantes e afins caros e por conta disso, consumo reduzido (pelo menos foi o que percebi das pessoas que conheço).

Soube que o barraqueiro tinha que pagar à organização do evento, R$ 1.000,00 para garantir seu espaço na festa, e o resto vem por tabela. Já no domingo, dando uma volta na cidade, enquanto acontecia a Missa na Igreja, ao mesmo tempo acontecia uma outra aglomeração de vaqueiros, no que me disseram ser a Associação dos Vaqueiros. Nesse local, os mesmos eram ouvidos por POLÍTICOS. Então me perguntei: Por quê não, todos reunidos na MISSA para dar ainda mais força ao já tradicional movimento. Qual o motivo da divisão? Política? E a tradição?

Quanto à exploração da festa, acho que ela deve acontecer sim, mas com organização e limites. A Prefeitura local deve gerir melhor essas situação, porque do contrário, uma festa tão bonita, repleta de significados culturais, pode perder força por conta de ingerências ou intromissões políticas.

Parabéns ao curaçaense pela festa, e quanto ás autoridades responsáveis, vamos ficar mais atentos a esses detalhes, para que a festa fique mais bonita e atrativa a cada ano.

Júnior Silveira ..

JUAZEIRO: TÁ NA HORA DE MUDAR ALGUÉM SE HABILITA?

Caro Geraldo,

Cada dia que acesso as redes sociais e seu blog, sempre tem alguém ou algumas pessoas reclamando da política...

OS BONS TEMPOS DO “FIO DO BIGODE”

Ainda bem que a memória não permite que histórias tão pitorescas e que realçam as características de firmeza, caráter, dignidade e honra de um povo, sejam levadas como pó pelos ventos do esquecimento e depositadas sob a penumbra inexorável do passado, como “arquivo morto” do tempo. Elas precisam ser contadas para multiplicação do exemplo às novas gerações.

O registro que faço nesta crônica, extraído dos extraordinários relatos orais do meu amigo Francisco Nunes Dourado, o “Senhor Tico” – recentemente falecido - da Fazenda Sabino, município de João Dourado, região de Irecê, traz a lição da grandeza que marcava as atitudes e comportamentos do homem de então. Os tempos do “fio do bigode”. Para os mais jovens a expressão não diz muita coisa, mas se impõe uma definição simples, mas contundente:..

BANHO DE CHEIRO NO “GOVERNO DA MUDANÇA!”

 

Não se pensa em ceticismo, doutrina filosófica que nega ao homem a capacidade de chegar à verdade. Existe, sim, o substrato da metafísica e das divindades africanas chamadas Voduns pelos jejes, orixás pelos yorubás e inkissis pelos congo-angolas, que o “Governo da Mudança” está carregado de uma urucubaca bem mandada! Um ebó de inércia, frieza, molenga e falta de governo para com a urbe e seu povo.

Deixe de ser laico e recorra às forças dos Voduns, pois Juazeiro não é coisa vã, perdida. Tem alma e precisa respirar alegria, segurança e progresso. Não deve ser cevada de angústia, utopia e incúria. Merece atenção e resposta. A tertúlia, família juazeirense gosta de cultuar as tradições, folclore, história, bem como aprecia as festas populares, momentos lúdicos e não está subjugada à vassalagem extrema e sentenciada a assistir rodeio como lenitivo, mesmo porque não está sob autoridade de nenhum alcaide...