RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 3 registros para a palavra: vitimas covid

Petrolina terá dia “In Memoriam” em homenagem às vítimas da covid-19

Petrolina terá o dia “In Memoriam” aos trabalhadores que faleceram vítimas da Covid-19. A homenagem às vítimas, acontecerá anualmente, de acordo com o Projeto de Lei de autoria do vereador Gaturiano Cigano (DEM), no dia 23 de Novembro, data em que faleceu o Doutor César Minor Obara, médico anestesista e um dos sócios do Hospital Memorial de Petrolina. 

O projeto, aprovado por unanimidade na Câmara de vereadores de Petrolina na última terça-feira (17), determina que a instituição hospitalar e os familiares poderão, quando da passagem da referida data, realizar missa ou culto evangélico de ação de graças...

PE: Antonio Coelho cobra ao Estado pagamento de pensão integral a familiares de servidores que morreram de Covid-19

Líder da Oposição na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Antonio Coelho (DEM) ocupou a tribuna, nesta quinta (19), para cobrar ao governador Paulo Câmara a regulamentação imediata da Lei Complementar 427/2020. De autoria do Executivo estadual, a legislação prevê o pagamento de pensão integral aos dependentes de servidores públicos estaduais efetivos, que tenham falecido no exercício de atividade essencial e presencial, durante a pandemia da Covid-19.

O democrata destacou que essa ausência de regulamentação vem causando mais dor e trazendo mais sofrimento a familiares de centenas de servidores – sejam da saúde, policiais militares, civis e penais, agentes socioeducativos e bombeiros militares - vitimados pelo coronavírus. "As famílias estão desamparadas porque o governo do estado segue pagando apenas 70% do valor da pensão. Enquanto isso, os compromissos e as despesas permanecem as mesmas", argumentou...

Petrolina terá ato ecumênico em memória das vítimas da pandemia e contra o presidente Jair Bolsonaro neste sábado (24)

Uma celebração ecumêmica em memória das mais de 500 mil vítimas da pandemia da covid-19 no Brasil, será realizada neste sábado (24), com concentração na praça da Catedral, às 9h. Segundo os organizadores, também será realizado um protesto contra o governo de Jair Bolsonaro, a favor da vacinação contra a Covid-19, e também em defesa do auxílio emergencial no valor de R$ 600 e contra a reforma administrativa e as privatizações. A concentração está marcada para às 9h, na praça da Catedral.

Para o ato ecumênico, confirmaram participação as seguintes entidades: Movimento Fé e Vida (Socorro Ferreira); Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos – Cebi (Wilson Alencar); Movimento dxs Trabalhadorxs Cristãs/ãos – MTC (Benedito Ramos); Candomblé - Ilê Darà Axé Omo Logun Edé (Pai Adeílson); Igreja Episcopal Anglicana do Brasil – IEAB (Herlon Bezerra); Espiritismo (Gilberto Santana); Ateísmo (Chico Egídio); Católico (Zezinho de Mindu/ex-seminarista); Umbanda (em articulação); e Evangélicos (em articulação)...