RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 125 registros para a palavra: tragedia

Artigo - Tragédia na Bahia mostra que a população não é prioridade

A Bahia enfrenta, desde o final do difícil 2021, o maior desastre climático de sua história, com inundações que atingem 109 cidades – ou seja, 26% de seus municípios –, mais de 20 mortes e cerca de 409 mil pessoas desabrigadas. Recentemente, Manaus e várias cidades do interior do Amazonas também sofreram com tempestades, ventos fortíssimos e destruição de instalações da distribuidora de energia local.

É uma situação de calamidade pública, com prejuízos gigantescos e enorme sofrimento da população, que clama por água, alimentos, colchões e medicamentos. Apesar de tamanha gravidade, não se viu nenhum partido político ou mesmo os governadores da Bahia e do Amazonas oferecerem suas cotas-parte do Fundo Partidário e/ou a destinação de parte do fundo eleitoral de 2022 para o socorro da população...

Bombeiros encontram corpos e mortos na tragédia de Capitólio sobem para 10

Os Bombeiros de Minas Gerais encontraram os corpos dos dois últimos desparecidos após o trágico acidente no Lago de Furnas, em Capitólio, no sudoeste do Estado. Com isso, são dez mortos na tragédia de sábado, 8, quando uma grande rocha se depreendeu do cânion e atingiu três lanchas que faziam o passeio no lago.

Todas as vítimas estavam na mesma embarcação, a Jesus. Devido à violência do acidente, a Polícia Civil só conseguiu identificar apenas um corpo até o momento: Júlio Borges Antunes, de 68 anos, natural de Alpinópolis (MG)...

Tragédia: erosão e falta de mapeamento de riscos podem ter causado queda, dizem especialistas. Buscas continuam neste domingo (09)

O desabamento de um paredão no lago de Furnas, em Capitólio (MG), pode ter sido causado pela erosão do solo, que teria sofrido infiltrações com as águas das fortes chuvas que atingem todo o estado há dias, segundo especialistas.

Há, também, outras hipóteses para a tragédia, como a falta de um mapeamento de riscos da região e o fato de que paredões e falésias costumam ceder naturalmente...

Marinha vai abrir inquérito para investigar desabamento de rocha em MG

A Marinha brasileira informou, neste sábado (8), que vai abrir um inquérito para investigar as causas e circunstâncias do desabamento de rocha na cidade de Capitólio, em Minas Gerais, que deixou ao menos um morto.

“A Marinha do Brasil informa que tomou conhecimento de um acidente, no fim da manhã de hoje, após deslizamento de rochedo atingir embarcações que navegavam a região dos cânions, em Capitólio-MG”, afirmou a assessoria da Marinha em nota...

Recursos para vítimas das chuvas são menores que a dimensão da tragédia

O número de vítimas das enchentes na Bahia subiu para 21, de acordo com dados divulgados, ontem, pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec). Além disso, foram contabilizados 34.163 desabrigados, enquanto os desalojados são 42.929.

O estado enfrenta o maior acumulado de chuvas para dezembro nos últimos 32 anos. De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Itamaraju, no sul da Bahia, foi o município onde mais choveu no Brasil este mês, com 769,8mm, o que representa mais que o quíntuplo da sua climatologia de dezembro (148,0mm)...

Bolsonaro ignora tragédia na Bahia, anda de jet ski e fala em manter folga em Santa Catarina

Em passeio pela Praia do Forte, em São Francisco do Sul (SC), o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou no fim da tarde de segunda-feira (27) que "espera não ter de retornar antes" do feriado de Réveillon no litoral catarinense.

A declaração, divulgada por reportagem do portal ND Mais, ocorreu após ele ser questionado sobre a estadia no Sul durante a reta final do ano. "Espero não ter de retornar antes", disse...

Caso da Boate Kiss vai a júri oito anos após tragédia. Incêndio em Santa Maria (RS) matou 242 pessoas e deixou 636 feridas

Após oito anos e 11 meses, finalmente vai à júri, nesta quarta-feira (1º), o caso da Boate Kiss, tragédia que matou 242 pessoas e deixou 636 feridas em 27 de janeiro de 2013, na cidade gaúcha de Santa Maria. Todas foram vítimas de um incêndio, que começou no palco, onde se apresentava uma banda, e logo se alastrou, provocando muita fumaça tóxica.

No palco, se apresentava a Banda Gurizada Fandangueira, quando um dos integrantes disparou um artefato pirotécnico, atingindo parte do teto do prédio, que pegou fogo. São réus Elissandro Callegaro Spohr, sócio da boate; Mauro Londero Hoffmann, também sócio; Marcelo de Jesus dos Santos, vocalista da Banda Gurizada Fandangueira, e Luciano Bonilha Leão, produtor musical...

Laudo aponta morte de Marília Mendonça por politraumatismo

A Polícia Civil constatou que a cantora Marília Mendonça morreu de politraumatismo contuso durante queda do avião, que matou também outras quatro pessoas no dia 5 de novembro, diz o laudo apresentado nesta quinta-feira (25).

Morte por politraumatismo, como a de Marília Mendonça, é constatada em casos em que o óbito é causado por mais de uma lesão com impacto fatal...

Tragédia: Ciclista atropelada na Avenida Mosenhor Angelo é identificada

Uma mulher morreu após a bicicleta dela ser atingida por uma carro, na manhã desta segunda-feira (11), na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, em Petrolina, Pernambuco. O acidente aconteceu próximo ao shopping. Após a colisão, a vítima, identificada como Edite Araújo Ribeiro, de 59 anos, ficou com parte do corpo dentro do carro.

Os policiais tiveram acesso as câmeras de segurança de um posto de gasolina que fica aqui perto do local do acidente. Eles contaram que as imagens mostram que a mulher atravessou avenida montada na bicicleta, e que na faixa que fica próximo ao canteiro central foi surpreendida pelo carro...

Tragédia: Ciclista é atropelada na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio em Petrolina

Uma ciclista ainda não identificada foi atropelada e morreu na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, em Petrolina, nas imediações do River Shopping. Após a colisão, a vítima ficou com parte do corpo dentro do carro. Com o impacto o corpo destruiu o para-brisas do carro, um gol branco.

De acordo com informações, o carro do SAMU foi acionado e demorou a chegar no local. "E quando chegou veio sem médico." Vários populares ligaram para a Rádio Jornal relatando a "aflição da cena"...

TRAGÉDIA: Dois idosos morrem após incêndio no Pedro Raimundo em Petrolina


Dois idosos morreram ontem domingo (19), após um incêndio residencial, no bairro Pedro Raimundo em Petrolina, Pernambucano. De acordo com a Polícia Civil, as vítimas foram Maria de Lourdes Nunes da Cruz, de 90 anos e seu filho, Alvino Nunes da Cruz, 67 anos. Eles chegaram a ser socorridos, mas não resistiram.

Em nota, a polícia informou que segundo testemunhas, o incêndio começou após a explosão de um botijão de gás. O caso será investigado...

Ensino remoto na pandemia: alunos ainda sem internet ou celular mostram a tragédia da educação 

Desde 15 de março Material didático impresso, o Canal TV Educa Bahia, com transmissão específica para os estudantes, com aulas remotas e outros vídeos, além de encontros virtuais.

Apesar de todos os esforços, afinal, a Secretaria da Educação desenvolveu diversos recursos educacionais para a volta às aulas de forma inteiramente remota, a falta de recursos da maioria dos alunos põe os resultados em xeque. ..

Após dois anos da tragédia, Prefeitura de Brumadinho vive boa situação econômica, mas teme futuro

Passados dois anos do rompimento da barragem da Vale, Brumadinho (MG) experimenta uma situação econômica confortável. Na análise da prefeitura, três fatores contribuem para esse cenário: um acordo feito com a Vale para compensar a queda de arrecadação, os auxílios emergenciais pagos pela mineradora à população e a chegada de empresas para as ações de reparação.

No entanto, todos esses incrementos na economia do município são temporários. Por esta razão, há uma preocupação com o futuro, pois dificilmente a Vale retomará o patamar de produção que tinha anteriormente na cidade...

Brumadinho: tragédia faz 2 anos e insegurança ainda ameaça a bacia do Rio São Francisco

No dia 25 de janeiro de 2019, a vida na cidade de Brumadinho, a cerca de 35 quilômetros de Belo Horizonte, mudou completamente. A barragem de rejeitos de minério de ferro da mina Córrego do Feijão se rompeu, causando 259 mortes, deixando 11 desaparecidos e um rastro de degradação ambiental e social.

Os rejeitos foram para o rio Paraopeba, importante afluente do São Francisco, e destruíram plantações, casas e vidas. A lama seguiu o curso do Paraopeba, inviabilizando quem dependia desse rio para irrigação das plantações e, também, impedindo o abastecimento de populações que captavam a água deste curso d’água...

Tragédia em Sobradinho (BA): Vereador perde mãe e irmão no mesmo dia para Covid-19

Depois da alegria de ter sido empossado durante solenidade na sexta-feira (01) a família do vereador Geovan Santos de Souza do Partido dos Trabalhadores foi vítima de uma tragédia no final de semana.

A dor e a tristeza invadiram os sentimentos familiares com a notícia de que a mãe Dona Isabel Santos de Souza e o filho José Santos de Souza popular Dedé acabaram falecendo no mesmo dia vitimados pela Covid-19...

ONU cobra responsabilidade do governo brasileiro em relação à tragédia-crime de Brumadinho

Durante a 45º Sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU, que está acontecendo a  Relatoria Especial responsável pelos temas de resíduos tóxicos e direitos humanos apresentará o informe sobre sua visita ao Brasil.

O relator, Baskut Tunkat, esteve na Aldeia Indígena Naô Xohã, em São Joaquim de Bicas (MG), e conversou com lideranças de várias comunidades de Brumadinho em atividade realizada no Parque da Cachoeira, em dezembro de 2019...

Familiares e pacientes psiquiátricos relatam que remédio para tratar esquizofrenia está em falta: 'Prenúncio de tragédia'

Familiares e pacientes que precisam de tratamento psiquiátrico na rede pública da Bahia relatam que o medicamento Olanzapina, usado no tratamento da esquizofrenia, está em falta. Segundo eles, a farmácia do Hospital Mário Leal, referência em saúde mental em Salvador, não possui o remédio há dois meses.

A Olanzapina é um remédio de alto custo, com preço da caixa variando entre R$ 250 e R$ 300. Alguns pacientes precisam de até três caixas por mês...

Privatizar a Caixa é uma tragédia para a economia e a população, diz representação de servidores da CEF

No dia 7 de agosto, Bolsonaro assinou a MP 995 que permite a venda de subsidiárias da Caixa Econômica Federal (CEF). Questionada pelo TCU, a MP já recebeu mais de 400 emendas e tem como objetivo o fatiamento do banco público que mais oferta crédito à população.

Em tese tal projeto deveria passar pelo crivo legislativo, mas, em mais uma interpretação das leis a favor do interesse capitalista, o STF liberou essa mal disfarçada modalidade de privatização. ..

Tragédia: Incêndio no Ninho do Urubu faz um ano; CPI ouve familiares de vítimas

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Incêndios na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) deve ouvir nesta sexta-feira (7) familiares das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, e representantes das diretorias atual e anterior do time. A sessão ocorrerá às 11h, no Palácio Tiradentes.

A tragédia, que deixou 10 adolescentes mortos e três feridos, completa um ano amanhã (8) e pode ter novos desdobramentos judiciais a partir deste mês, com novas ações sendo apresentadas pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), a Defensoria Pública e a defesa das famílias das vítimas...

Artigo – Das Pragas da antiguidade às tragédias atuais

São tantas as tragédias registradas nos últimos tempos, marcadas por um rastro de destruição de áreas florestais e urbanas das cidades, o que tem provocado intensa dor, tristeza e morte a milhares de pessoas que, de repente, muitas perguntas e indagações são produzidas na busca de uma explicação para uma nova realidade que está sendo escrita. É vasto o universo de questionamentos quanto às suas causas, que tanto podem estar vinculadas a atitudes e intervenções inconsequentes do próprio ser humano, como a uma fúria da natureza que foge à capacidade de entendimento das pessoas comuns! Naturalmente que espiritualistas devem estar direcionando seus estudos e reflexões para encontrar explicações comparativas em episódios análogos dos tempos bíblicos, em que pragas e outros tipos de destruição atingiam os povos como uma forma de punição ou mesmo como uma condenação Divina pela desobediência dos povos de então.

Alguns lembrarão que após o Dilúvio que destruiu quase totalidade dos seres viventes nos primórdios dos tempos bíblicos, Deus firmou com Noé um novo pacto: “Estabeleço a minha aliança convosco: não será mais destruída toda carne por águas do dilúvio, nem mais haverá dilúvio para destruir a terra. [...] Porei nas nuvens o meu arco; será por sinal da aliança entre mim e a terra”. (Gênesis 9:11 e 13). Ainda que os céticos insistam em não aceitar esse fato bíblico, o Arco-Íris nas nuvens durante cada tempestade parece repassar a convicção de ser uma forma de autenticar a assinatura Divina e lembrar ao homem que a Aliança permanece indelével. Ou seja, que a Palavra do Criador está sendo cumprida. E quanto mais dúvidas tiverem, mais Ele vai provar que a Natureza merece respeito!..