RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 129 registros para a palavra: anvisa

Anvisa autoriza análise da eficácia de dose de reforço da AstraZeneca

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta segunda-feira (19), a realização de estudo clínico para avaliar a segurança, a eficácia e a imunogenicidade da aplicação de terceira dose da vacina contra covid-19 da AstraZeneca.

Segundo a Anvisa, o estudo inicial será feito em participantes que já receberam as duas doses do imunizante, com um intervalo de quatro semanas entre as aplicações. A dose de reforço será aplicada de 11 a 13 meses após a segunda dose...

Anvisa alerta sobre problemas cardíacos com vacina da Pfizer, mas recomenda uso

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alertou nesta sexta-feira, (9), para o risco de inflamação cardíaca após a vacinação contra Covid-19 com o imunizante da Pfizer depois do registro de casos nos Estados Unidos, mas ressaltou que mantém a recomendação de continuidade da imunização com a vacina, uma vez que, até o momento, os benefícios superam os riscos.

Segundo a Anvisa, até o momento não há relato de casos dessas complicações pós-vacinação no Brasil, onde o imunizante da Pfizer é responsável por 9,2% de todas as vacinas aplicadas, com 9,6 milhões de doses...

Anvisa autoriza aplicação da Butanvac em voluntários

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta quarta-feira (7), o início da vacinação de voluntários que fazem parte do estudo clínico da vacina Butanvac, desenvolvida pelo Instituto Butantan.

Segundo a agência, a decisão foi tomada após reunião entre a equipe técnica com o instituto, na qual foram apresentados os dados pendentes para o início dos testes...

Butantan envia à Anvisa dados de estudo sobre uso seguro da CoronaVac em crianças e adolescentes

O Butantan anunciou, nesta terça-feira (29), que enviou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) os dados de estudo científico que indica o uso seguro da CoronaVac em crianças e adolescentes de 3 a 17 anos.

O artigo publicado na revista Lancet, na segunda-feira (28), mostra que a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a biofarmacêutica Sinovac é capaz de gerar resposta imune em crianças e adolescentes. ..

Presidente da Anvisa apela à população que tome segunda dose da vacina

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, apelou às pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina contra a covid-19 que, no momento indicado, tomem a segunda dose, completando o ciclo de imunização.

Ao abrir, hoje (22), a 12ª reunião da diretoria colegiada da agência, Torres também enfatizou a importância do uso de máscaras e das demais orientações das principais autoridades sanitárias mundiais, como o distanciamento social e a frequente e adequada higienização das mãos...

Anvisa autoriza vacina da Pfizer para crianças a partir de 12 anos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a indicação da vacina Comirnaty, da Pfizer, para crianças com 12 anos de idade ou mais. Com isso, a bula da vacina passará a indicar essa nova faixa etária para o Brasil.

De acordo com a agência, a ampliação foi aprovada após a apresentação de estudos desenvolvidos pelo laboratório que indicaram a segurança e eficácia da vacina para esse grupo. Os estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela Anvisa...

Governador da Bahia comemora aprovação da Sputnik V pela Anvisa

Nas redes sociais o Governador da Baha Rui Costa comemorou a aprovação ontem na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a importação das vacinas Sputnik V e Covaxin em caráter excepcional.

"É apenas o início, mas depois de muita luta conseguimos aprovação para importar e aplicar a Sputnik V. A quantidade autorizada pela Anvisa está muito abaixo da real necessidade. Agora, é batalhar para fazer chegar logo o que foi aprovado e vacinar nosso povo. Vacina salva vidas"...

Anvisa analisa nesta sexta-feira novos pedidos de liberação das vacinas Covaxin e Sputnik V

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reúne na tarde desta sexta-feira (4) para analisar novos pedidos de liberação de duas vacinas contra a Covid-19: a russa Sputnik V e a indiana Covaxin. O encontro está previsto para começar às 14h.

Os dois imunizantes já tiveram pedidos de liberação negados pela agência. Atualmente, as únicas vacinas com autorização para aplicação no país são CoronaVac, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen...

Anvisa alerta para uso indiscriminado de analgésico após vacinação

Tomar remédio por conta própria é sempre um risco. E tem muita gente que após receber a dose da vacina contra a covid-19 tem usado Paracetamol de forma indiscriminada para aliviar sintomas como febre e dor de cabeça.

Por isso, a Anvisa, que é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária faz um alerta: em excesso, esse medicamento pode provocar hepatite medicamentosa e até mesmo, a morte...

Anvisa amplia prazo de medidas que facilitam acesso a kit intubação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) prorrogou o prazo das medidas que permitem , em caráter excepcional, a liberação para distribuição de medicamentos antes da conclusão dos testes de controle de qualidade e liberação dos lotes para uso após os resultados de sete dias do teste de esterilidade. As medidas visam agilizar o acesso, principalmente, aos medicamentos do chamado "kit intubação", segundo nota divulgada hoje (20) pela agência.

As medidas que foram prorrogadas permitem a liberação dos lotes de medicamentos após os resultados do teste de esterilidade em tempo reduzido e também que os produtos sejam transportados às distribuidoras e instituições de saúde enquanto são feitos os testes de qualidade. Entretanto, o medicamento só poderá ser utilizado após o fabricante comunicar sobre a aprovação do produto nos testes de esterilidade, no tempo de sete dias de incubação. ..

Anvisa pede à população que comunique reações adversas de tratamentos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) voltou a alertar para a importância de profissionais de saúde e cidadãos comunicarem eventuais reações adversas causadas pelo uso de medicamentos ou tratamentos, incluindo vacinas.

Segundo a gerente de farmacovigilância da autarquia, Helaine Capucho, a pandemia da covid-19 conferiu ainda mais importância à farmacovigilância, já que a urgência tem obrigado autoridades sanitárias dos diversos países a, excepcionalmente, encurtarem prazos de processos e analisarem, em tempo recorde, pedidos de uso de medicamentos desenvolvidos em curto espaço de tempo...

CPI da pandemia ouve agora o presidente da Anvisa. Assista aqui


Já está em andamento no Senado Federal mais uma reunião da CPI que investiga as ações do Governo Federal neste período de pandemia da Covid-19.

Nesta manhã o sabatinado é o diretor-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antonio Barra Torres...

Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para grávidas; Prefeituras de Juazeiro e Petrolina seguem orientação:

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão imediata do uso da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz para mulheres gestantes. A orientação está em Nota Técnica emitida pela agência.

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). A decisão é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra a covid-19 em uso no país...

CPI da Covid quer vídeos das reuniões da diretoria da Anvisa

Para analisar toda a discussão sobre vacinas, a CPI da Covid investigará além dos contratos. A comissão vai se valer de um protocolo da Anvisa que determina a gravação em vídeo das reuniões da diretoria.

Os senadores querem analisar o teor das tratativas para saber se o debate foi contaminado por posições ideológicas. Antonio Barra Torres, diretor-presidente do colegiado, depõe já na quinta-feira...

Rui cobra mais proatividade da Anvisa para análise da Sputnik

O governador da Bahia, Rui Costa, disse na manhã desta sexta-feira (30) que espera mais proatividade da Agência Brasileira de Vigilância Sanitária (Anvisa) com relação à análise da vacina russa Sputnik V. Rui sugeriu que a agência brasileira realizasse testes ou buscasse informações técnicas nos mais de 60 países que já aprovaram a aplicação do imunizante em sua população, a exemplo da Argentina e do México. O governador disse que, caso fosse autorizado, vacinaria a população baiana com a Sputnik, incluindo ele mesmo e sua família.

"Não conseguimos entender, lá no ano passado, início da pandemia, quais foram os padrões científicos que a Anvisa usou para entrar na Justiça para impedir estados e municípios de monitorar quem possivelmente estivesse contaminado, nos aeroportos, medindo a temperatura e oferecendo teste de Covid. Me pareceu à época um parâmetro muito mais de defesa da corporação que um padrão técnico", disse Rui Costa, ressaltando que, da mesma forma, não entende a postura da Anvisa com relação à vacina Sputnik V, já aplicada em mais de 20 milhões de pessoas em todo o mundo...

Desenvolvedores da vacina russa Sputnik V ameaçam processar Anvisa por difamação

Os desenvolvedores da vacina russa Sputnik V ameaçaram nesta quinta-feira (29) processar por difamação a agência reguladora brasileira Anvisa, que se recusou a aprová-la e alegou que a vacina continha uma versão ativa de um vírus.

"A Sputnik V está iniciando um processo judicial de difamação no Brasil contra a Anvisa por disseminar intencionalmente informações falsas e imprecisas", disseram os desenvolvedores da vacina russa no Twitter...

Anvisa alega riscos de segurança e nega importação da Sputnik V

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou nesta segunda-feira (26) a importação da vacina Sputnik V, imunizante russo desenvolvido pelo Instituto Gamaleya contra a Covid-19.

A importação foi rejeitada por 5 votos a 0. Todos os diretores seguiram o voto do relator, o diretor Alex Campos Machado, e das áreas técnicas da agência...

Anvisa avalia pedidos de importação da vacina Sputnik V

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) marcou para hoje (26), às 18h, uma reunião extraordinária da diretoria colegiada para avaliar os pedidos de estados e municípios para importação da vacina Sputnik V, usada na imunização contra a covid-19. O imunizante é produzido pelo Instituto Gamaleya, da Rússia.

A reunião de deliberação foi marcada dentro do prazo estipulado pela lei e de acordo com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, que determinou a análise da questão dentro do prazo de 30 dias...

Anvisa autoriza uso de coquetel de remédios contra a Covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso emergencial de coquetel dos medicamentos casirivimabe e imdevimabe para o tratamento da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

A liberação ocorreu nesta terça-feira (20/4), após reunião da diretoria colegiada da agência. Os remédios são produzidos pela empresa Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos. A documentação com o pedido foi entregue no começo do mês...

Governadores do Nordeste se reúnem com diretores da Anvisa para tratar da liberação da vacina Sputinik

Os governadores do Consórcio Nordeste se reúnem, nesta terça-feira (6), às 15h, com o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, e os diretores da agência.

Na pauta: autorização de importação e uso emergencial da vacina russa Sputnik V. O Consórcio Nordeste e alguns estados do Norte, juntos, adquiriram 37 milhões de doses da Sputnik V e aguardam apenas a liberação da vacina pelo instituto...