RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 255 registros para a palavra: MINISTERIO DA SAUDE

Campanha de prevenção às DSTs e Aids lançada pelo Ministério da Saúde

Com a proximidade de festas populares como o Carnaval, a Copa do Mundo e o São João, o Ministério da Saúde (MS) resolveu lançar uma campanha esta semana objetivando estimular o uso de preservativo durante os eventos, a fim de prevenir a população quanto às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e Aids. Através do slogan “Se tem festa, festaço ou festinha, tem que ter camisinha”, o órgão visa alertar a população em geral – na faixa etária dos 15 aos 49 anos, principalmente – a se prevenir durante todo o ano.

Vice-presidente da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa (AL) e profissional de saúde, a deputada estadual Graça Pimenta (PMDB) destaca importância da campanha e reforça a necessidade do uso da camisinha. “A população como um todo, principalmente a sexualmente ativa, deve atentar para os perigos das doenças sexualmente transmissíveis e da Aids e buscar se prevenir através do uso de preservativos nas relações sexuais, não só nas festas populares como o Carnaval, mas durante todo o ano. Neste evento, vale salientar, serão distribuídos preservativos gratuitamente; em Salvador, especificamente, serão 1.765.440 e, ao todo, 104.249.194 preservativos distribuídos no país. Quero reforçar ainda que, quando a dúvida existe, a melhor saída é fazer o teste que identifica o HIV e, em caso positivo, iniciar o tratamento o mais cedo possível”, frisa a parlamentar...

Ministério da Saúde cancela registro de quatro médicos cubanos; um deles atuava na Bahia

Dos quatro médicos cubanos que abandonaram o programa Mais Médicos e tiveram seu registro profissional cancelado pelo Ministério da Saúde, conforme publicado no Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira (19), um atuava na Bahia. Anisley Pérez Liriano trabalhava em Rio do Antônio, no sudoeste baiano. Além dele, tiveram seus registros cancelados José Armando Corzo Gomez, lotado em Timbiras, no Maranhão, Luís Enrique Marzo Herrera, em Belém do São Francisco, em Pernambuco, e Ortelio Jaime Guerra, em Pariquera-Açu, São Paulo. O mesmo já havia acontecido na semana passada com Ramona Matos Rodríguez, que não chegou a fazer o exame de revalidação do diploma e deixou o programa por insatisfação com a remuneração. Enquanto alguns saíram do país, ela permaneceu e trabalha atualmente na Associação Médica Brasileira (AMB), com um salário superior ao do Mais Médicos, de R$ 3 mil. A AMB foi uma das entidades que se opuseram à implementação do programa, por não aprovar a trabalho de médicos formados no exterior que não tenham passado pelo Revalida.

A associação informou na semana passada que apoia que a médica cubana faça o exame e atue em sua profissão caso seja aprovada. Nesta quarta também foi divulgada no DOU a autorização da viagem de quatro servidores a Cuba que providenciarão a vinda do quarto ciclo do programa. Até agora, trabalham 6.658 médicos, sendo 5.378 cubanos. A meta do governo federal é de que o número chegue a 13 mil até o fim de março...

Ministério da Saúde publica penalidades para ausência injustificada no Mais Médicos

Resolução do Ministério da Saúde publicada ontem (13) no Diário Oficial da União dispõe sobre a aplicação de penalidades no caso de ausência injustificada das atividades do Programa Mais Médicos.

O texto prevê a aplicação de advertência, em casos de ausência por períodos de quatro horas a dois dias úteis, e o desligamento do profissional de saúde que se ausentar por mais de dois dias ou que tenha recebido três advertências...

Ministério da Saúde amplia combate ao câncer

Dados recentes do Ministério da Saúde demonstram que houve expansão do combate ao câncer. Para se ter uma ideia, nos últimos três anos o órgão ampliou em 25% a realização de mamografias no público em geral e em 30% no grupo prioritário (50 a 69 anos) através do Sistema Único de Saúde (Sus). Na faixa prioritária os procedimentos somaram 2,3 milhões no ano passado, contra 1,7 milhão em 2010. No total, o número de exames realizados em 2012 atingiu a marca de 4,4 milhões, significando um aumento de 25,4% em relação a 2010 (3,5 milhões).

Vice-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa (AL), a deputada estadual Graça Pimenta (PMDB) deseja que a expansão do combate seja constante. “O câncer pode se apresentar em diversas partes do corpo. O combate a essa doença precisa ser maior do que a capacidade de evolução que ela tem. Agindo assim, acredito que iremos ofertar a sociedade uma nova postura diante de um mal que causa tanta dor e tristeza na população”, declara...

Ministério da Saúde libera R$ 1,6 bi para Santas Casas; Bahia recebe R$ 74 mi

O Ministério da Saúde liberou o repasse de R$ 1,6 bilhão para Santas Casas e instituições filantrópicas de todo o país. Do total, R$ 400,6 milhões serão depositados em três parcelas de R$ 133,5 milhões. A primeira delas será paga até a próxima terça-feira (31). Os recursos serão destinados a 762 instituições filantrópicas de 604 cidades em 23 estados, 19 delas capitais. Segundo a pasta federal, a Bahia receberá no total R$ 74.963.542,23. Não foram divulgadas as entidades que serão beneficiadas no estado. O repasse da verba para as instituições faz parte de uma série de medidas para manutenção e expansão do atendimento a pacientes do Sistema Único de Saúde. Atualmente, 1.700 hospitais filantrópicos prestam serviços ao SUS. Com a iniciativa, em um prazo máximo de 15 anos, o governo espera que os débitos das instituições que aderirem ao programa sejam quitados. Em contrapartida, os hospitais devem ampliar o atendimento de exames, cirurgias e atendimentos a pacientes da rede pública. ..

Projeto Focal em Hanseníase de Petrolina é aprovado pelo Ministério da Saúde

O projeto Focal em Hanseníase de Petrolina foi idealizado e construído pela diretoria de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Saúde do município, com o foco para a descoberta de novos casos da doença e a realização do tratamento oportuno destas pessoas em áreas de maior concentração de hanseníase. “Primeiramente, identificamos cinco áreas focais da doença em Petrolina, estas serão trabalhadas pelas equipes de profissionais das unidades de Saúde de cada comunidade através do tratamento mais direto dos pacientes e da busca ativa de novos casos da doença, a fim de quebrar a cadeia de transmissão da hanseníase”, explicou o técnico de Epidemiologia Francisco Freitas.

As áreas focais contempladas pelo projeto são Vila Eduardo, Dom Avelar, João de Deus, São Gonçalo/Alto da Boa Vista e Izacolândia, locais onde correspondem a 37% dos casos de hanseníase em Petrolina. Até o momento, já foram notificados 270 novos casos de hanseníase no município...

HDM recebe visita da comissão do Ministério da Saúde e da UNIFESP

O Hospital Dom Malan/IMIP, em Petrolina (PE), recebeu ontem, 21 de outubro, a visita de uma comissão de profissionais do Ministério da Saúde e da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Um dos objetivos do encontro é disseminar as boas práticas de ensino da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais e compartilhar experiências. A comissão também participou de uma reunião com a direção do HDM, onde foram mostrados os serviços prestados pela unidade de saúde, e posteriormente foi realizada visita em setores do hospital. 
 
Segundo a médica especialista em neonatologia da UNIFESP, Rita de Cassia Balda, o encontro visa à melhoria nas práticas e capacitação dos profissionais de saúde. A respeito do HDM, a profissional falou da interação entre as áreas de assistência à saúde e ensino e pesquisa. “O Hospital Dom Malan tem a capacidade de organizar reuniões, discutir os serviços prestados para melhorar a qualidade assistencial juntamente com ensino, pois é um hospital que tem residência, isso propicia uma troca de benefícios tanto para o profissional como para o paciente”, pontua. 
 
Na ocasião, a enfermeira, também da UNIFESP, Flávia Balbino, complementa que “essa troca de experiências visa diminuir a mortalidade infantil e melhora a sobrevida dos bebês, através de medidas básicas definidas pela Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais”, pontua. Já a representante do Ministério de Saúde, a enfermeira e consultora da área de saúde da criança e aleitamento materno do estado de Pernambuco, Vilma Macedo, elogiou a gestão do HDM e ressaltou o papel assistencial da instituição. “O Hospital Dom Malan tem um grupo de gestores empenhado em melhorar a assistência neonatal oferecida pela instituição”, disse.
 
O superintendente do HDM, Marcelo Marques, destacou a visita como bastante produtiva no sentido de trocar experiências com a UNIFESP, e de sedimentar as boas práticas em saúde que terão como resultado final a melhoria da assistência aos nossos pacientes.
..

MINISTÉRIO DA SAÚDE SUSPENDE REPASSES DO PROGRAMA MELHOR EM CASA PARA JUAZEIRO

Um leitor chamou à atenção do Blog para o fato de que apenas dois municípios no Brasil conseguiram a proeza de levar Ministério da Saúde a suspender os repasses dos recursos do programa Melhor em Casa. Um desses municípios foi Araguaína-TO e o outro foi a nossa Juazeiro (BA), que na ironia do leitor "está, diga-se de passagem, muito bem administrada pelo prefeito do PC do B Isaac Carvalho".

E prossegue "A saúde em Juazeiro está realmente na UTI, por que faltam medicamentos, materiais outros para os dentistas trabalharem e até material de limpeza. Só queria saber o que o prefeito está fazendo com todo esse dinheiro e o DENASUS já chegou em Juazeiro para auditar essas contas? O Ministério Publico Federal? A controladoria Geral da União? O FNDE? David Lima tem que representar em todos esses órgãos, afinal de contas eles tão dizendo que os recursos só foram mal aplicados nos governos dos outros e esse desgoverno?" questiona.

Veja o que diz a Portaria:..

Juazeiro recebe visita técnica do Ministério da Saúde para qualificação dos serviços em Hanseníase

O Programa de Hanseníase em Juazeiro recebe nesta quarta-feira, 09 e na quinta, 10, a visita técnica do Ministério da Saúde (MS) para qualificação dos atendimentos oferecidos aos usuários com a doença. Duas unidades estão sendo visitadas pelos técnicos: Itaberaba e Antônio Guilhermino. Na oportunidade, os pacientes destes bairros também são ouvidos na busca de informações para prevenção do desenvolvimento de deficiências ocasionadas pela hanseníase e para melhorias dos serviços. A assessoria técnica do MS está sendo conduzida pela colaboradora em hanseníase, Carolina Dias e pela técnica, Jurema Brandão.  

“A visita consiste em olhar os prontuários dos pacientes de 2012 e ouvir a população nos diferentes níveis de tratamento, que tem duração de 6 a 12 meses, como também as pessoas que receberam altas. A ação visa identificar os tipos de atendimentos e verificar as informações necessárias para avaliar o desenvolvimento das atividades da equipe do programa no município, para se necessário, elencar as dificuldades e sugerir as mudanças para melhorias dos serviços”, explicou a colaboradora em hanseníase do MS, Carolina Dias. As ações do programa também serão monitoradas nos municípios de Remanso e Curaçá. “Estamos levando as ações que deram certo em Juazeiro para estas regiões, como também trazendo as melhorias destes locais para serem implementadas aqui”, completou Carolina.  ..

PSE em Juazeiro recebe recursos extras do Ministério da Saúde

Nos dias 11 a 15 de março deste ano, 45 escolas municipais de Juazeiro participaram da Semana de Mobilização na Saúde da Escola, promovido pela Prefeitura. Com a conquista de bons resultados, o Programa Saúde na Escola (PSE) no município recebeu um recursos extras do Ministério da Saúde na ordem de R$ 29,5 mil, que serão utilizados nas ações do programa...

Banco de Leite Humano (BLH) do HDM/IMIP recebe placa de certificação do Ministério da Saúde (MS)

 
No último dia 27 de setembro, o Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Dom Malan/IMIP, em Petrolina (PE), recebeu mais um reconhecimento por serviços prestados à Região do Vale do Médio São Francisco, uma placa do Ministério da Saúde (MS) certificando a Sala de Apoio a Mulher Trabalhadora que Amamenta. A solenidade de entrega aconteceu no VIII Simpósio Pernambucano de Aleitamento Materno, organizado pela Sociedade de Pediatria de Pernambuco em Recife (PE). O recebimento da placa reconhece o HDM como uma instituição que incentiva a amamentação, sendo essencial para a qualidade de vida da mãe, do seu filho e melhor produtividade da mulher no trabalho. Além de promover ganhos para a saúde de ambos, esta prática estimula um vínculo emocional importantíssimo para o desenvolvimento da criança.
 
Na ocasião, a equipe do HDM recebeu elogios da coordenadora do BLH do IMIP em Recife (PE), Vilneide Braga, e da gestora de Saúde da Criança e do Adolescente da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (PE) Alessandra Fam G. Machado e Silva. “Parabéns por tudo o que vocês estão fazendo pelas mulheres e crianças de Petrolina e região em relação ao aleitamento materno, vocês são exemplo”, disse Vilneide. “Parabéns pelo trabalho que a equipe do BIAMA vem realizando para o fortalecimento do Aleitamento Materno em Petrolina”, pontuou Alessandra Silva.
 
O superintendente do HDM, Marcelo Marques, destaca essa certificação como resultado de uma atuação fundamental em conjunto da coordenadora do BLH, Dra. Flávia Guimarães e da enfermeira Yany Cruz. "Parabenizo a toda equipe do BIAMA e a todas as funcionárias do HDM pela grande conquista, principalmente pelo esforço incondicional da coordenação e gerência deste setor que agora ganha destaque em todo o estado de Pernambuco", finaliza.
..

Ministério da Saúde passa a ofertar vacina contra catapora

A partir deste mês, o Ministério da Saúde, através do Programa Nacional de Imunização, passa a ofertar a vacina varicela (catapora) em toda a rede pública de saúde para crianças de 15 meses de idade que já tenham recebido a primeira dose da tríplice viral. A vacina será incluída na tetra viral, que também protegerá contra sarampo, caxumba e rubéola e vai compor o Calendário Nacional de Vacinação. As informações foram divulgadas no site do órgão.

A deputada estadual Graça Pimenta (PR), vice-presidente da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa (AL) e profissional de saúde, destaca a importância da ação do Ministério da Saúde. “A inclusão da vacina contra a catapora no Calendário Nacional de Vacinação e a oferta da mesma pelo SUS já se fazia necessária há um tempo, visto que dados apontam que quase nove mil pessoas são internadas por ano por conta da doença no país e mais de 100 morrem. Mas, a partir de agora, em uma só vacina, as crianças serão imunizadas contra quatro doenças. Lembrando que é preciso que os pais atentem para a caderneta de vacinação de seus filhos para mantê-la em dia”, declara a parlamentar...

MINISTÉRIO DA SAUDE APROVA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CONVÊNIO DE EX-PREFEITO DE BONFIM

O  Ministério da Saude, após comprovação por parte do governo de Paulo Machado, ex-prefeito de Senhor do Bonfim, de que tinha sido cumprida diligência, em novembro 2012, pelo então Secretário de Saude Antonio Olímpio,  do Convênio 952/2008 (Aquisição dde Equipamentos e Materiais permanentes para Unidades Básicas de Saude), emitiu documento declarando aprovada a Prestação de Contas do referido convênio.

Diante da decisão, comunicada sob ofício ao ex-prefeito Paulo Machado, será solicitado do atual governo municipal que publique tal decisão com a mesma ênfase com que o gabinete do prefeito proclamou a possível desaprovação da prestação de contas citada, restaurando-se a verdade dos fatos...

Ministério da Saúde altera faixa etária da Campanha contra Pólio

A Campanha de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) tem início neste sábado (08), em todo Brasil. Este ano o Ministério da Saúde alterou a faixa etária das crianças que devem ser vacinadas. Na última campanha, em 2012, a faixa etária era de recém-nascidos a 4 anos, este ano passa para crianças entre 6 meses a  5 anos.

A Secretaria Municipal de Saúde de Petrolina tem como objetivo imunizar, pelo menos, 95% desta população, tanto da zona urbana quanto rural. O percentual equivale a 23.588 crianças. A Campanha está em sua 34ª edição e há 23 anos o Brasil não registra casos da doença. ..

UPA em Juazeiro recebe a visita de técnicos do Ministério da Saúde e da Sesab para qualificação dos serviços

A primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA/24 horas) de Juazeiro e do Vale do São Francisco recebeu nesta sexta-feira, 10, a visita dos técnicos do Ministério da Saúde (MS), Aroldo Polleti, e da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), Rosa Paixão, para realização de vistoria na estrutura física, nos equipamentos e recursos humanos. A ação visa concluir o Processo de Qualificação da unidade para que com isso a UPA Dr. João Oliveira tenha garantido um aumento do valor do custeio mensal repassado pelos governos Federal e Estadual.

A visita foi acompanhada pela coordenadora da UPA, Ianni Santana, representado o secretário municipal da Saúde, Cássio Garcia, e pelo coordenador de enfermagem, José Gustavo Monteiro. Esta iniciativa, afirma o titular da pasta, comprova o interesse da gestão em qualificar os atendimentos oferecidos pela equipe e garantir melhores serviços gratuitos à população. “A gestão está atendendo as diretrizes do MS e do Estado e preenchendo os requisitos necessários para que estes recursos possam ajudar o município a custear a UPA. Assim, atendimentos qualificados serão ofertados e a unidade melhorará a manutenção dos serviços”, ressaltou Ianni Santana...

Sr. do Bonfim: relatório do Ministério da Saúde aponta para riscos de surto de dengue.

O Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) deste ano, realizado pelo ministério da Saúde,  revela que 77 municípios brasileiros estão em situação de risco para a dengue, incluindo Sr. Do Bonfim, a pouco mais de 100 Km de Juazeiro.

De acordo com o levantamento o município de Sr. do Bonfim apresenta índice de 7,4, sendo a quinta cidade baiana onde existe maiores  riscos de um surto provocado pelo mosquito Aedes aegypti.

Itabuna, com índice de infestação de 18,4 lidera o ranking negativo, seguida por  Cafarnaum, com 12,1, Serrolândia com 9,6 e Candeal com índice 9,5...

Filantrópicas: Ministério da Saúde coloca situação de Salvador ‘sob estudo’

Secretário Helvécio Magalhães, deputado Antonio Brito e presidente da Fesfba, Maurício Dias

A crise que afeta os hospitais filantrópicos na capital baiana será acompanhada de perto pelo Ministério da Saúde, de acordo com o secretário de Atenção à Saúde da pasta, Helvécio Magalhães, que esteve em Salvador na manhã desta sexta-feira (9). Um ofício da Federação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas da Bahia (Fesfba), que relata o atraso nos repasses feitos pela prefeitura, foi entregue em mãos pelo presidente da entidade, Maurício Dias. Junto com ele, o coordenador da frente parlamentar que defende o setor em Brasília, o deputado federal Antonio Brito (PTB-BA), também manifestou sua preocupação. “Através dessa intermediação do ministério, mais uma vez nós buscaremos as soluções para um problema que não pode acontecer todo ano. Ouvimos a garantia do secretário de que todas as saídas serão estudadas e que o ministério se comprometerá em resolver esse impasse de uma vez”, afirmou Brito. Coincidentemente, a entrega do documento ao secretário foi realizada na inauguração de um novo centro cirúrgico das Obras Sociais de Irmã Dulce (Osid), que há cerca de um ano transformou-se em uma entidade com gestão compartilhada entre a União e o Estado, sem necessitar de repasses da prefeitura. "A chegada da nova sala de cirurgias vai ampliar o volume de procedimentos de alta complexidade", comemorou a gestora de saúde das Osid, Lucrécia Savernini. Enquanto isso, as outras oito entidades associadas à federação sofrem com o atraso no repasse, o que coloca todo o setor em risco de colapso...

Ministério da Saúde libera R$ 77 milhões para programa Rede Cegonha que contempla vários municípios baianos, entre eles, Juazeiro

O Ministério da Saúde destinou nesta quarta-feira (31) R$ 77,3 milhões para custear as ações da estratégia Rede Cegonha em 15 municípios baianos. A segunda etapa do plano de ação do programa na Bahia contempla os municípios de Ilhéus, Itabuna, Jequié, Valença, Canavieiras, Camacan, Juazeiro, Paulo Afonso, Campo Formoso, Senhor do Bonfim, Irecê, Xique-xique, Miguel Calmon, Morro do Chapéu e Jacobina.  Os recursos são destinados ao custeio de 15 Centros de Parto Normal (CPN); cinco Casas da Gestante, Bebê e Puérpera; 111 leitos de Gestação de Alto Risco, 13 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto tipo II, 83 leitos de UTI Neonatal tipo II; 90 leitos de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) Neonatal e 53 leitos de UCI Canguru. O montante também prevê a qualificação de 23 leitos de Gestação de Alto Risco, 24 leitos de UTI Adulto tipo II, 17 leitos de UTI Neonatal tipo II e 22 leitos de UCI Neonatal. Em nota a pasta informou que “de imediato serão repassados R$ 7,9 milhões para os serviços existentes. O restante do valor será pago conforme andamento da Rede Cegonha no estado”. ..

Programa baiano é referência para projeto nacional do Ministério da Saúde

A exemplo do que aconteceu com o programa de Internação Domiciliar, mais uma ação implantada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) serve como modelo para a implantação, em todo o país, de um projeto pelo Ministério da Saúde (MS). Desta vez, trata-se do rastreamento do câncer de mama, por meio da disponibilização de unidades móveis para a realização de mamografias, integrando o ‘Outubro Rosa’, movimento internacional que estimula empresas, população e entidades a trabalhar na prevenção e tratamento do câncer de mama. A iniciativa foi referência para a criação, em nível nacional, do Programa de Mamografia Móvel, instituído pelo MS com o objetivo de qualificar e ampliar a assistência oncológica no Brasil, principalmente entre as mulheres das camadas mais carentes da população.

Ação baiana..

Ministério da Saúde autoriza liberação de R$ 12,8 milhões para investir no Projeto Vida no Trânsito

O Ministério da Saúde vai liberar R$ 12,8 milhões para o Projeto Vida no Trânsito para capitais e municípios de todo o país com mais de 500 mil habitantes. A média repassada para cada cidade será de R$ 200 mil – os valores serão reduzidos ou ampliados conforme o número total de habitantes do município. Os recursos são oriundos do Fundo Nacional de Saúde e serão investidos em educação, saúde e prevenção de acidentes de trânsito. A autorização de liberação de recursos foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União. Os recursos para o Projeto Vida no Trânsito, criado em 2010, devem ser investidos na implantação de observatórios de trânsito que se destinam à integração de dados e informações sobre feridos e mortes. Os recursos serão utilizados também na capacitação e formação de pessoal, como profissionais de saúde, de trânsito e também de educação. Os responsáveis pelo Distrito Federal, pelas capitais e pelos municípios atendidos pelo programa terão de elaborar planos de ações, que serão examinados pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), ligada ao Ministério da Saúde. (Agência Brasil) ..